segunda-feira, 30 de setembro de 2019

[4314] Palestra pelo Prof. Dr. João Estêvão, a não perder, na Sociedade de Geografia de Lisboa

Com o inigualável selo de garantia "Liceu Gil Eanes - 1.º ano, turma C, 1963-64"...


sexta-feira, 27 de setembro de 2019

[4312] Convite (cabo-verdiano) para Lisboa

A Associação Caboverdeana de Lisboa (ACV) tem a honra e o prazer de o (a) convidar para a Sessão de Abertura da sua VIII Quinzena da Cultura Cabo-Verdiana em Lisboa, a partir das 18,30 h do próximo dia 04 de Outubro (sexta-feira), nas suas instalações sitas na Rua Duque de Palmela, nº 2, oitavo andar, ao Marquês de Pombal (Lisboa, Portugal), com as seguintes actividades:

1. Inauguração da Exposição de Pintura de Kiki Lima em celebração dos cinquenta anos da sua carreira como artística artista plástico e músico e com a presença do autor.

2. Inauguração da Feira do Livro Editado em Cabo Verde.

[4311] Deliciem-se... em crioulo e em castelhano.

[4310] Madonna chega a Ítaca... perdão, a Ulisses


terça-feira, 24 de setembro de 2019

[4308] Justiça para o marinheiro João Correia do "Senhor das Areias"


[4307] Para ver e rever...

[4306] Saiu revista "Turimagazine" (Cabo Verde) de Setembro.2019


[4305] Outros tempos... Outubro de 1954



[4304] Foi durante a viagem presidencial de Craveiro Lopes à Guiné, Cabo Verde e Madeira, em Maio de 1955


[4303] Zeca Soares, desta vez fala-nos de uma actividade muito interessante da ilha de São Nicolau (e mostra-a)

Estas são imagens alusivas a uma tradição antiga na ilha de São Nicolau conhecido por "Virada".

Trata-se de cabras que vivem em estado selvagem e que periodicamente, duas vezes ao mês, são recolhidas pelos donos e depositadas num curral improvisado durante umas horas para se proceder à sua identificação sanitária, filhotes e contagem, e depois são largadas até a próxima recolha.

Reza a História  que esta actividade tem a sua origem nos navegadores portugueses que de passagem pelas ilhas deixavam animais pelos campos, com intuito  de se reproduzirem, para em viagens posteriores serem recolhidas  para alimentação e "chacina". Isto, a propósito das cabras do post 4297 (clique no número).





quarta-feira, 18 de setembro de 2019

[4298] Notícias do município de S. Miguel



















No quadro da política da edilidade de envolver todos os sectores da sociedade no processo de desenvolvimento do município, a CMSM realiza a 21 de Setembro, o II Fórum da Cidade.

O evento é uma forma de juntar quadros, experts e sociedade civil, para se debater e aprofundar temas, projetos, comportamentos, acções que impactam no desenvolvimento do município.

A iniciativa visa contribuir para a promoção de um conjunto de realizações como, a troca de experiências, aprofundamento de relações institucionais, a promoção da cidadania activa, de modo a garantir a qualidade de vida das pessoas, um desenvolvimento humano inclusivo, sustentável, pensando nas gerações futuras. Pelo que, é necessário conjugar diversos factores, entre os quais, o capital humano, o capital social, o capital empresarial e o próprio meio ambiente.

O programa iniciar-se-á pelas 9h30 e terminará por volta das 16h00.

[4297] Cabras de alto nível... em Cabo Verde... diazá...



[4296] Cesária Évora e "Sodade" para todos os gostos. Um luxo!

[4295] Foi em Brooklin... Madonna cantou Cesária Évora no primeiro concerto da digressão

O título da notícia não é exacto... O que Madonna cantou não foi Cesária Évora (nem letra nem música são da autoria da diva mindelense), mas sim a canção cantada e recantada pela Cize. De qualquer modo, é mais uma vitória da música de Cabo Verde. Vivam, portanto, Cize e Madonna!

[4294] Viva a morna, viva a coladeira!!!


[4293] Gafanhotos à porta!...


segunda-feira, 9 de setembro de 2019

[4286] Os três primeiros navios que atracaram no cais acostável de S. Vicente

"Notícias de Cabo Verde", 31.05.1961
NRP Lima

Navio de passageiros e carga "Manuel Alfredo"

Veleiro "Ildut" de cabotagem (arquivo Adriano Miranda Lima)

sábado, 7 de setembro de 2019

[4285] No I centenário de nascimento do escritor Henrique Teixeira de Sousa


Cumpriu-se ontem, 6 de Setembro, o I centenário do nascimento do escritor foguense Henrique Teixeira de Sousa.

O Pd'B já dedicou diversos posts a esta figura tutelar das letras cabo-verdianas (logo, do espaço lusíada) que muito estimamos. Hoje, apenas aqui se relembra a data e se revela pela primeira vez uma das suas últimas fotos.

Comemorações são sempre bem-vindas mas o que interessa MESMO é ler a obra do grande autor das ilhas. É sabido que o fim último de um autor é o leitor. Por isso, regressemos ao seu derradeiro livro.