quinta-feira, 22 de outubro de 2020

[4652] Em 1864, uma maneira "inteligente" de acabar com os pobres em Cabo Verde: despachá-los para a Guiné...

[4651] Mais um artigo de Joaquim Saial no "Terra Nova" sobre a presença de militares cabo-verdianos na Grande Guerra em França

Nos dois primeiros artigos (números de Julho e Agosto/Setembro do TN), foram vistas as biografias militares de Albino dos Reis Morais, António Augusto de Paiva Lereno, António dos Santos, Carlos Eugénio Monteiro Vieira de Vasconcelos, Eduardo Bandeira de Lima Júnior e Fernando Arrobas da Silva. Eis um excerto do último artigo.



[4650] Quando no Mindelo havia uma rede alargada de consulados
























E o edifício com dois nomes onde estava a empresa para onde esta carta foi enviada, embora para uma instalação com entrada pela Hanover Street

[4649] Problemas na fábrica de sabão e detergentes de São Vicente

 Ver AQUI

segunda-feira, 28 de setembro de 2020

[4648] Um livro de Adriano Lima que todos os cabo-verdianos deveriam ter: um padóce de stóra de Portugal e de Cabverde djunte


Estimados amigos,

O livro em título, da minha autoria (edição de autor), foi lançado em S. Vicente e tê-lo-ia sido também na Praia se a Covid-19 não nos tivesse trocado as voltas. Pelo mesmo constrangimento, não se prevê, por enquanto, qualquer lançamento em Portugal. O livro conta a história das Forças Militares metropolitanas em Cabo Verde, durante o período da II Guerra Mundial, descrevendo a actividade militar desenvolvida e a interacção social das tropas com as populações.

O livro tem 240 páginas e a sua capa é a que aqui se mostra.

Para a sua aquisição, basta contactar-me por este meio que accionarei de imediato o seu envio por correio, pelo endereço postal indicado pelo interessado. O preço em Portugal é de 12 euros, portes postais incluídos. Para fora de Portugal é de 14 euros, portes postais incluídos. 

O pagamento será por transferência bancária para a seguinte conta da Caixa Geral de Depósitos:   

003502630000193140059

Porém, os residentes em Cabo Verde  que o queiram adquirir localmente  (preço de 1000 escudos cv) poderão fazê-lo por qualquer das seguintes formas:

- Contactando directamente o meu primo José Carlos Soulé (telefone 002389915472);

- No Centro Cultural do Mindelo;

- Na livraria Terra Nova, Mindelo;

- Nas livrarias "Eugénio Tavares" e "Neves Solutions", ambas na Achada de Santo António, Praia;

- Na Biblioteca Nacional de Cabo Verde, Praia.

Um abraço amigo

Adriano Lima

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

[4645] As duas últimas obras entradas na Biblioteca Cabo-Verdiana do Praia de Bote. A segunda, com capa em mau estado mas miolo impecável

 


[4644] Os Wood, uma família que serviu Cabo Verde espiritualmente

No blogue "Esquina do Tempo" do nosso amigo Manuel Brito-Semedo, lemos a notícia triste da morte de Margaret L. Wood,  missionária nazarena que serviu nas ilhas (ver AQUI).  Como complemento, repetimos a divulgação da capa de "Vicente of Cape Verde", livro da autoria do seu esposo, J. Elton Wood, que temos na nossa biblioteca cabo-verdiana, com capa e desenhos de outra figura importante, o malogrado cabo-verdiano Renato Cardoso.

Margaret L. Wood

(Arkansas, 1.Outubro.1928 – Pawtucket, Rhode Island, 13.Setembro.2020)

Margaret, filha de Ned e Ella Little, nasceu em 1 de Outubro de 1928 em Lockesburg, Arkansas. Margaret recebeu seu chamado para o serviço missionário aos 16 anos numa reunião campal em Scottsville, Texas. Daquele momento em diante, o objetivo de sua vida era cumprir esse chamado. Formou-se na Southern Nazarene University em Bethany, Oklahoma, onde também conheceu seu marido.

Em 1952, a Igreja do Nazareno comissionou o jovem casal para o serviço missionário. Ao longo de 40 anos, serviram em Cabo Verde e no Brasil, treinando pastores, evangelistas e líderes de igrejas para o trabalho do ministério.

Margaret era conhecida como uma renomada pianista, vibrante professora da Bíblia e serva dedicada da igreja e do Deus que ela tanto amava. Margaret L. Wood deixa seu marido, Rev. Dr. J. Elton Wood, sua filha Carol Lima e marido Rev. Dr. Elizeu Lima, neta, Shayla Lima Curalov e seus filhos, os três bisnetos de Margaret – Chelsey, Celynna e Caleb Curalov, e seu neto, Pr. Shane Lima e sua esposa Alynne Lima, a quem apresentamos as nossas mais sentidas condolências na qualidade de ex-Seminarista da classe de 1971-1974.

O reverendo  J. Elton Wood, durante uma pausa para café, em reunião com outros nazarenos (é a figura da esquerda), foto de 1964 - Ver AQUI











sábado, 15 de agosto de 2020

[4641] 66 autores lusófonos, para breve, em livro patrocinado pela UCCLA

UCCLA lança reflexão sobre a Cultura em tempos de Pandemia

Numa altura em que todos estamos vulneráveis e com esperança de novos e bons dias, a UCCLA lança o desafio aos escritores de Língua Oficial Portuguesa para reflectirem sobre a “Cultura em tempos de pandemia”. 

Texto do Secretário-Geral da UCCLA, Vitor Ramalho:

O surto epidémico do COVI19 atinge, de forma inesperada e dramática, toda a Humanidade, envolvendo a adopção de planos de contingência, também adoptados por Países de Língua Oficial Portuguesa, que determinam constrangimentos de mobilidade exterior e distanciamento social no interior dos respectivos países. Tem-se revelado como uma crise de saúde pública com graves consequências sociais e económicas. 

A UCCLA não podia deixar de fazer um apelo à reflexão sobre o papel da cultura no combate a esta pandemia. Parecendo evidente que perante este flagelo, os povos e os países se verão confrontados com novos desafios sociais e políticos, sobre os quais importa reflectir e encontrar novas respostas.

Neste novo contexto o papel da Cultura, e em especial dos escritores, é determinante. Assim lançamos o desafio aos escritores de Língua Oficial Portuguesa, que desejem contribuir para essa reflexão, para elaborarem textos, quer em poesia quer em prosa.

A UCCLA responsabiliza-se por divulgar os textos, com identificação da autoria e uma breve nota biográfica, nas suas plataformas digitais e em livro (a ser publicado após o tratamento editorial).

.................................

Dos 66 autores que responderam ao desafio, Pd'B deixa aqui as imagens dos de nacionalidade cabo-verdiana e de um português... 


Águeda Lopes e Andreia Tavares Sousa


António Vieira Robalo e Any Delgado


Germano Almeida e Glória Sofia


Joquim Saial (Portugal) e José Luís Hopffer Almada


José Luiz Tavares e Madalena Brito Neves


Paulù (sic) Salmoura e Sofia Delgado

quinta-feira, 13 de agosto de 2020

[4640] Sessão de autógrafos de Joaquim Saial na Feira do Livro de Lisboa

                           Duas das dez ilustrações do pintor João Ribeiro patentes no livro



segunda-feira, 6 de julho de 2020

[4638] Persistências no Mindelo, mas com progresso

Caizim dos despejos - Ainda activo, pelo menos em meados dos anos 60 do século XX - Talvez Foto Djibla

A caminho do Alto de Santo António, 1999  - Foto Joaquim Saial

2020 - Fotos Zeca  Soares