segunda-feira, 29 de maio de 2017

[2991] Intervalo

Assoberbado com três artigos que tem em mãos, mais duas outras actividades falatórias que requerem cuidada preparação, Praia de Bote faz intervalo para mergulho total na papelada e no arquivo. Até breve!


[2990] Não é não, este blogue não é um serviço público!!!


Ao longo dos mais de seis anos que este blogue tem vindo a servir o Mindelo, São Vicente e Cabo Verde (exactamente por esta ordem - que é a que nos interessa), temos recebido pedidos de colaboração de estudantes e professores universitários (de Portugal, Cabo Verde e Brasil) sobre assuntos das ilhas. Não admira, pois os 3000 posts aqui colocados consubstanciam na realidade um manancial de informações extremamente valioso, resultante da nossa contínua pesquisa e de materiais gráficos e escritos e colaborações que três ou quatro amigos (os chamados indefectíveis, um dos quais recentemente falecido) nos oferecem de há muito.

Acontece que com a nossa habitual boa vontade e espírito de corpo (investigador que se preze deve colaborar com os seus parceiros, desde que isso não prejudique o seu próprio trabalho, nomeadamente quando pretende publicá-lo, o que se compreende) temos correspondido a esses pedidos, três dos quais aconteceram nos últimos dois meses e o último hoje (que terá possível participação do Adriano Lima e do Djô Martins, se eles assim o entenderem). 

Acontece também que a generalidade dessas pessoas que nos têm pedido colaboração, todas desconhecidas nossas até aí, depois de apanharem o que pretendem (e quase todas têm levado algo do seu interesse) levantam ferro, zarpam e nunca mais vêm a este porto dar o ar da sua graça. Daí que a partir de agora, com a excepção do de hoje, o Praia de Bote nunca mais responderá a pedidos desta natureza. Quem desejar usufruir dos nossos arquivos, que venha até aqui, que se torne um de nós (é fácil e gratuito...) e depois logo falaremos...

[2989] Morreu um bom mindelense: "Lela" da Casa das Bandeiras

Ver AQUI

quinta-feira, 25 de maio de 2017

[2984] Prometido é devido

Para os efectivos do Pd'B, mesmo que um deles não tenha cumprido a mandança comentarial total - que afinal tem cumprido quase sempre, com raríssimas excepções. Amanhã, para eles, seguirá o documento completo. Para os mudos, fica este excerto bailável. É que quem não trabuca, não manduca... e agora, os grandes posts, de material especial, só vão (completos) para quem é DE FACTO comentador.

[2983] Mais Morgadinho, em "Um Página Voltode" (ver post anterior)


[2982] Morgadinho, em "Flor Formosa"



Em Portugal, o dia está feio, com o tempo armado em tropical, muito calor e chuvadas fortes. Para animar os portugueses e cabo-verdianos que cá vivem, eis Morgadinho a soprar directamente de França para nós. Força ness trumpete, grande criol d'Gália.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

[2981] Mais Jovino. "Mnine de Soncente", de 2016 (com carinha d'gente tchéu cunchide na mei dess muzga)


Pena a gralha "Mnie" no título escrito sobre o filme. Contudo, no título do post do Youtube, a palavra está certa. E, de facto, ser "mnine de Soncente" é algo muito especial. Só quem o é, o compreende.

terça-feira, 23 de maio de 2017

[2980] Novos estudos mostram que afinal a morna não nasceu na Boavista mas sim em Braga. Ou quase...

Confirmaremos esta afirmação por email a quem já tenha comentado ou comente todos os posts até ao 2970, inclusive, até dia 25 (quinta-feira), pelas 22h00. É desnecessário comentar este.

[2979] Um single de Jovino (dos Santos)

O "single" era a categoria mais económica dos discos, apenas com duas canções, uma de cada lado, o A side e o B side. Depois, havia os EP, com duas em cada face e os LP, com bastantes mais. Aqui temos portanto,com selo "Monte Cara" um single de Jovino, cantor a autor de ambas as peças,"Guerra d'casode" e "Viver d'Criol". Ouvir AQUI o lado B



[2878] A Rota dos Escravos, parte 3

[2877] A Rota dos Escravos, parte 2

[2876] A Rota dos Escravos, parte 1

sábado, 20 de maio de 2017

[2970] Afinal...

Ver AQUI e AQUI

[2969] Um fotógrafo gaulês no Mindelo, na transição do século XIX para o XX

O homem estava na cidade há algum tempo, quando fez esta foto em papel de luxo e com um cuidado gráfico que só alguém vindo de lugar bem cosmopolita era capaz de realizar. Dois manos (?) desconhecidos, exactamente em 1900, o ano em que Eça de Queirós morreu, fotografados pelo Maximilien Baumont. Claro que quem mais percebe destas coisas é o Djô Martins, como AQUI se pode ver...


sexta-feira, 19 de maio de 2017

[2968] José Luís Fonseca Soares de Carvalho continua a dar pontos ao Pd'B

José Luís Fonseca Soares de Carvalho, de quem já havíamos falado em tempos, continua na sua solitária missão de dar pontos ao Pd'B. Porém, nunca chegou à fala connosco. Enfim, ele lá sabe... De qualquer modo, agradecemos a militância com que nos vai brindando, embora isso não nos sirva absolutamente para nada. Um bom comentário era muito mais interessante que 100 pontos...


[2967] O Obama de Cabo Verde

Ver AQUI

[2966] Museus de São Vicente

[2965] Hoje há instrução de artilharia na Ponta João Ribeiro

Quem seria o soldadinho cabo-verdiano que se fez fotografar junto às peças?

Foto de 1941
Ver post antigo AQUI