terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

[0358] "Samba Tropical" homenageia o Mindelo em dia de bodas de prata - VEJA OS POSTS ANTERIORES


1 comentário:

  1. O Carnaval do Mindelo captura o meu imaginário, aprisionando-o numa quadrícula em que o tempo pára e o espaço inexiste. Sinto-me devolvido aos tempos de menino, em que um meu tio materno participava com inigualável alegria e disponibilidade nos preparativos do Grupo Recreativo a que ele pertencia,tendo sido membro da organização num dado ano. Se a memória não me trai, era o Amarante. Vejo-o, por volta dos meus 7 ou 9 anos,num Carnaval para cujo baile no Amarante se fantasiou de árabe (ou indiano) com um vistoso turbante.
    O meu último Carnaval no Mindelo foi em 1963. Fui ao baile do Eden Park, sem máscara e sem fantasia, mais como expectador do que activo participante. Do que nunca me esqueci foi de uma "mascrinha" feminina( a avaliar pelas formas) que me desafiou provocantemente. Ela sabia quem eu era, o contrário não. Seria uma colega de liceu, uma amiguinha, uma vizinha? Não consegui descobrir.

    ResponderEliminar