sexta-feira, 8 de março de 2013

[0385] Mornas em França, com Amândio Cabral. A descoberta da grande música cabo-verdiana pelos gauleses. Há 50 anos, em Maio de 1963...


5 comentários:

  1. Grande compositor, optimo cantor e excelente cidadão que conto como Amigo.
    Amândio podia ter mais projecção se tivesse sido acompanhado por um "manager" que amasse o seu estilo.
    Além das nossas mùsicas tradicionais, Amândio podia brilhar como "crooner" no estilo Nat "King" Cole.
    Depois de doença retirou da vida artistica mas ainda podia dar-nos muitas e boas melodias.
    Mantenha, Amândio. Tens toda a minha admiração e amizade.

    ResponderEliminar
  2. Creio que é criação do Amândio a morna Xandinha, uma das mais belas melodias da musica crioula e que já não ouço há séculos...Há mornas que parece terem desaaparecido, COMO AS PAAIAS...

    ResponderEliminar
  3. Em São Vicente, tudo está a desaparecer rapidamente. Eu vou até propor na próxima reunião de câmara que mudem o nome à ilha... que passe a ser ilha das Desaparições.

    ResponderEliminar
  4. O Amândio tinha das mais belas vozes masculinas. Uma voz doce e cálida que enchia as medidas da morna.

    ResponderEliminar