segunda-feira, 22 de julho de 2013

[0516] A melhor rua do Mundo

Rua de Praia e Praia de Bote, durante o recente "Festival Cavala Fresc" (sem "k"), em foto da jornalista Matilde Dias, remetida pelo nosso amigo Manuel Brito-Semedo. O envio para mim foi propositado, pa ta fazê manha e eu agora faço o mesmo...


9 comentários:

  1. Pelos vistos o local está virando chic...Lá se vai o romantismo de "grog e báfa"...
    Braça cavalar
    Zito

    ResponderEliminar
  2. A Rua da Praia de Bote não deixa de ser castiça por isso, rsss!!!! O evento só foi o que foi, por ter sido nessa rua :-). E já agora, a Esquina do Tempo esteve lá (depois mando a prova, rsss!!!)e eu comi cavala fresc em filete com molho de pimento vermelho! Sabin, sabin! Braça.

    ResponderEliminar
  3. Só manha, só manhaaaaaaaaaaaaaa, raios, não há direito. Se ainda houvesse staçom ao fundo da rua, mandava um pliça prender este homem.

    Braça com moreia frite,
    Djack

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E, eu ajudava!!!
      Braça, sen cavala fresc...
      Zito

      Eliminar
  4. Digam o que disserem, façam o que quiserem, destruem o que puderem simplesmente por não ser transportàvel mas o encanto desta rua ficarà como modelo de vida de gente simples que so pede uma coisa: - uma cavala, um pom de midje e um groguinha até aparecer um vapor pa ba imbora pa estranger.
    Nesse lugar, talvez o mais modesto da minha ilha, vive-se em harmonia com o marulhar das ondas sob o impàvido Monte Cara para não se gastar o pouco de energia que ficou da véspera. Mané Prete dorme debaixo de um bote, lugar que elegeu como sua casa de repouso; na véspera tinha dormido até tantas em casa da Nuna que lhe roubou metade das suas forças. Quando acordar irà quebrar o jejum: - 1/4 de grog... d'um vez. Glutche, glutche !!!
    Daqui a nada ote dia da cumeçà na sê calendàr de folha que nunca mais acaba. Vida de pobreza ê assim.

    ResponderEliminar
  5. Não tenho nenhuma dúvida de que assim é, a par da Rua de Lisboa. Mas a Rua de Praia e sua Praia de Bote cheiram mais a povo. O povo também passa na Rua de Lisboa mas muita gente da Rua de Lisboa raramente vem à Praia de Bote. Quanto à Praça Nova, é uma mistura das duas.

    Braça,
    Djack

    ResponderEliminar
  6. Desçamos todos à rua da Praia para matar a saudade dos antigos sabores.

    ResponderEliminar
  7. Sim, sim, mas com o MB-S longe, exilado para a Baía das Gatas, porque ele aguça a manha a tal modo que põe toda a gente a salivar. Longe, longe...

    ResponderEliminar
  8. Bom mnish bsôt dxa de blague. Que festa e es q tont gente na Rua? Eh prop Festival Cavala Fresc? Ca bsot dxa gente na escur
    Ah Ah AH

    ResponderEliminar