sábado, 10 de agosto de 2013

[0540] Colega professor, historiador e investigador João Manuel Nobre de Oliveira, em dia especial, hoje!

Ao Joman, enviamos um grande abraço pela data de hoje - a qual, esperamos, seja muitas mais vezes repetida - com total afastamento de incidentes de percurso. Daqui, da cara seca e enrugada da Europa para a pérola do Oriente, vão as felicitações ao amigo e colega investigador, desejando-lhe longo futuro com tão bons trabalhos como o monumental e ainda insubstituível "Imprensa Cabo-Verdiana - 1920-1975" que nos tem sido bastante útil para trabalhos pessoais e obviamente também a outros investigadores das coisas cabo-verdianas, inclusive em teses universitárias.


5 comentários:

  1. Parabéns João Manuel!!!
    Muitos e muitos anos de vida e sobretudo mais e mais trabalhos.
    Braça moda na Sintantom

    ResponderEliminar
  2. Parabéns, Joao Manuel
    Muita saude e muitas felicidades junto dos teus.
    Um abraço com muita amizade dos primos amigos, Haydée e Fernando

    ResponderEliminar
  3. NHA TERRA
    Nha terra, que ta parceme otr'ora
    grande moda um munde,
    e mas tarde, moda um continente,
    ca e mas agora,
    do qui esse cantim
    perdido nesse mar profunde:
    Sanvicente!
    ...
    Vamos recordar,hoje, o meu pai que faria 112 anos.
    Um abraço, Fernando

    ResponderEliminar
  4. Também?

    Então esta semana aparecerá aqui algo para comemorar os 112 do italiano mais crioulo das ilhas. Ou será o crioulo mais italiano? Ou será o mais ítalo-luso-crioulo? Na verdade, o poeta era tudo isto.
    Então, amigos, esperem por segunda ou terça-feira. Hoje e amanhã não, por causa da reportagem que aqui há-de aparecer sobre o directo da RCV na Cova da Piedade.

    Braça a cheirar a cozido à portuguesa, a cachupa e a pasta,
    Djack

    ResponderEliminar
  5. Envio um grande abraço ao primo João, com votos por que o dia se repita por longuíssimo tempo, fruindo boa saúde e perfeita felicidade junto da família. Em simultâneo, transporto-me para outra escala do tempo para deixar num qualquer lugar, de preferência a Praia de Bote, um abraço de saudade ao nosso grande vate Sérgio Frusoni, com um abraço também para o filho Fernando, um elo precioso de ligação entre nós e a memória do seu pai.

    ResponderEliminar