terça-feira, 27 de agosto de 2013

[0556] São Nicolau, ilha irmã, anima-se...

Alforge de grandes intelectuais e ilha assumidamente de Cultura, São Nicolau – pese embora o atraso a que a têm votado – comporta ainda a fleuma dessa revigorante e insubmissa leva de intelectuais e artistas que transportaram o nome da ilha para várias paragens, tantas vezes levada nas sacolas dos emigrantes que se fizeram a este nosso imenso mundo com o heroísmo de quem busca para si e para os seus o pão honesto e digno de cada dia.

Jornal de São Nicolau é um novo projeto de comunicação social que pretende dotar a ilha do Chiquinho de um instrumento de ligação entre as comunidades, dando voz aos seus queixumes, alegrias e desejos fazendo deste jornal a voz dos que nem sempre a têm e questionando - em nome da cidadania activa que defendemos - os poderes públicos, mobilizando vontades individuais e o querer colectivo para que o sufrágio se não fique apenas pelo espaçamento longo de quatro em quatro anos, e colocando ao serviço do poder local, dos seus eleitos e das populações, um instrumento plural da afirmação dos valores, da identidade, da cultura e das mundivivências da ilha.

Jornal de distribuição gratuita, com uma tiragem de 2000 exemplares, uma periodicidade inicialmente mensal e de pequeno formato, Jornal de São Nicolau irá ter a sua primeira edição no próximo dia 1 de Outubro. E, desde já, queremos colocar este órgão da imprensa regional à Vossa disposição, assegurando que as suas páginas respigarão sempre o pulsar desta ilha, das suas instituições e das suas gentes.

Solicitamos, pois, que a partir de hoje façam incluir o nosso jornal nas vossas listas de contactos, o que desde já agradecemos.

Com os melhores cumprimentos,
António Alte Pinho
(Director)
Jornal de São Nicolau
Redacção: Telha, Tarrafal de São Nicolau - Cabo Verde
Móvel: 997 70 43

3 comentários:

  1. Uma muito feliz iniciativa pela qual felicito os fundadores.
    Que tenham muita boa sorte e longa vida ao jornal que vai trazer muitos beneficios à ilha do antigo Seminàrio e de muitos ilustres de Cabo Verde.

    ResponderEliminar
  2. Que seja bem vindo mais este jornal para enriquecer os médias cabo-verdianos e contribuir para desencravar a isolada ilha de S, Nicolau

    ResponderEliminar
  3. É uma notícia que acolho com agrado e muita expectativa. A pluralidade da informação é indispensável à boa saúde da democracia.

    ResponderEliminar