quinta-feira, 31 de julho de 2014

[0991] Comemorações do post 1000 (2) Radioamadores do Mindelo: os Vera-Cruz, Júlio (tio) & Júlio (sobrinho) - (ver várias actualizações em relação ao post inicial)

No post 979 divulgámos um cartão de apresentação do radioamador cabo-verdiano CR4BC. O nosso amigo Zito, perito nestas coisas do éter, ao comentar o post, referiu várias outras matrículas mas alegou desconhecer quem tinha sido o nome por detrás do dito CR4BC. O Pd'B, que não gosta de deixar os amigos na escuridão, deu meia dúzia de voltas e pimba!, minutos depois estava na posse do dado ("dados", melhor dizendo) requerido pelo atunal radialista.

Ora o CR4BC era Júlio Simas Vera-Cruz, o popular "Siminhas", um dos mais famosos e premiados radioamadores do Mindelo. Um seu sobrinho, Júlio Smith Vera-Cruz (aliás, Júlio Smith de Carvalho Vera-Cruz, 1932-1999, filho de Aguinaldo Simas, irmão de Júlio), usou a mesma matrícula, como se pode ver no envelope de carta que divulgamos, enviado para os States. Esperamos não ter metido muita água nesta área genealógica em que o verdadeiro perito é o nosso amigo Joman... Mas mesmo que haja algum erro nosso, a maior parte do assunto ficou decerto resolvida.



E para o radialista Zito (e restantes visitantes, obviamente), aqui ficam mais uns petiscos mindelenses de alto luxo, no que respeita a radioamadores da cidade do Porto Grande. Praia de Bote, conforme é sua obrigação "estatutária", arranca dos confins da memória um Mindelo esquecido, mais que sabe... diríamos mesmo, sabim, sabim...


Este, de certo modo também um Vera-Cruz, pela esposa Nídia


No Cabo Verde independente, ainda Júlio Vera-Cruz...


7 comentários:

  1. Mas que coisas interessantes do Mindelo antigo são aqui relembradas e apreciadas! O Djack não se limita a desenterrá-las dos arquivos da memória, devolve-lhes nova vida com pertinentes análises e comentários.

    ResponderEliminar
  2. Venho, aqui, lamentar a minha indesculpável distracção, quando afirmei não recordar a paternidade do CR4BC...É que o Julim Siminhas foi um dos meua maiores amigos e muitas vezes actuei como co-operador
    lançando para o éter a chamada do Si A'r Four, Brasil, Canadá...como bastas vezes acolitei o José Pedro Afonso (CR4AG) - Cê Erre Quatro, America, Guatemala...Foram horas de puro êxtase, falando com gente dos antípodas a todas as horas do dia e da noite, pois rádio-amador não tem horários...O tempo passa como se não existisse, de todo!

    ResponderEliminar
  3. Em nome do "Siminhas", o radialista de Queluz está desculpado. E viva o éter no qual já participei várias vezes como convidado mas nunca como sujeito principal - coisa que gostaria que tivesse acontecido mas que nunca calhou... e agora, senhores ouvintes,Cesária Évora numa morna de... não calhou mesmo.

    Braça deseterizada,
    Djack

    ResponderEliminar
  4. Já agora, um PS para referir que o Flávio Cunha que também bem conheci, era um radio-técnico de alto gabarito que o meu pai, que também foi "curioso" da radiofonia, muito admirava. Creio que foi um dos primeiros, ao mesmo tempo que o Silvestre Faria, a fazer experiências no domínio da transmissão e recepção de sinais de TV, nos anos 70...Há muita gente de muito valor definitivamente esquecida pelos seus próprios conterrâneos...Uma pena!

    ResponderEliminar
  5. Aqui no Pd'B fazemos o inverso. Num blogue que é quase exclusivamente direccionado para São Vicente e o Mindelo (o material é todo sobre Cabo Verde e escasso o alusivo a outras ilhas) temos feito o possível por ressuscitar as gentes com interesse da terra montecaresca.

    Braça portograndense,
    Djack

    ResponderEliminar
  6. Pois...A gente sabe que "santos da casa não fazem milagres" mas, acho que já vai sendo tempo de desmentir o adágio, alterando a filosofia que lhe é adjacente...

    ResponderEliminar
  7. O Praia de Bote complementa-se admiravelmente ao ArrozCatum e vamos aprendendo a História de Cabo Verde aqui inumeras vezes desenterrada, Bem hajam...
    Jose LOPES

    ResponderEliminar