quinta-feira, 7 de agosto de 2014

[1008] Esplendor no Atlântico

"Esplendor na relva", o filme do Kazan era (e é e será) um luxo de qualidade. Não só pelo realizador, como pela história e pelo par Natalie Wood/Warren Beatty. Mas há muitos outros esplendores. Este é do Atlântico/São Vicente/Mindelo/Porto Grande/Monte Cara, com história comum de muitas nacionalidades e dos cabo-verdianos, realização da Foto Melo e produção da Casa do Leão. Um esplendor, de facto, sem par...

Como sempre, deve clicar na imagem para a poder ver melhor

2 comentários:

  1. Antes de Mindelo ter a dimensão que ora tem a Foto Melo nos dera esta mega fotografia de tudo-em-um: Cidade/Porto/Monte.
    Aparecem clichés de muito valor mas a obra de Djindjom (e seus filhos) fica para retratar o Soncente de Frusoni, Celibana, Caniquinha, Gote d'Mané Jom, Carvom, etc. etc.
    Se recordar é viver, recordar na Diàspora é ainda de maior intensidade.

    ResponderEliminar
  2. Poucas pessoas de fora não se deslumbram com a beleza peculiar da cidade do Mindelo. Não é só o olhar que se compraz com o embevecimento, também outros sentidos. O cheiro a maresia, a breu e a estopa evoca-nos lides marinheiras, de hoje e de outrora. Os ruídos amortecidos na orla da baía são um compósito musical de sons de violão, de apitos de navios e vozes desvairadas

    ResponderEliminar