quinta-feira, 14 de agosto de 2014

[1043] Situação extremamente grave na Ribeira Grande de Santiago (Cidade Velha) põe em perigo classificação de Património Mundial

OBRAS CLANDESTINAS PROVOCAM ESTRAGOS NA CIDADE VELHA (PATRIMÓNIO MUNDIAL)

Os resultados das insensatas e abusivas construções clandestinas praticadas pela denominada Associação de Pescadores e Peixeiras no porto de pesca do Berço da Nação cabo-verdiana, único Património Mundial existente em Cabo Verde e reconhecido pela UNESCO, à revelia da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago e da larga maioria da população de Cidade Velha, estão à vista. São graves os prejuízos havidos, com tremendas consequências para o comércio de restauração da zona - as muralhas de proteção da Muralha do Mar desabaram em virtude das marés e das obras desajustadas, obrigando a dispendiosas medidas de fundo que já estão a ser estudadas pelos técnicos da autarquia. 

Tal é o resultado das ilegalidades impunemente cometidas por um localizado grupo que, com violência, vem desafiando a paciência da população de Ribeira Grande de Santiago.

Ver também AQUI







1 comentário: