quarta-feira, 4 de março de 2015

[1415] Enquanto o Pd'B está em pausa, fazemos uma excepção, para mostrar "algo"...

Praça Estrela, 19 de Janeiro de 2015. Nunca visto, único no Mundo, sofás de couro ou napa ao ar livre, num jardim público, um luxo das arábias ou alguém que está a vender parte da mobília mas foi almoçar...

Foto Filipe Conceição e Silva

4 comentários:

  1. Couro ou napa, não deixa de ser anedótico e seria interessante conhecer pormenores desta bizarria!
    Braça confortável,
    Zito

    ResponderEliminar
  2. Nem me debruço nas bizarrarias. So quero perguntar ao Rapazim: - Desde quando Praia de Bote teve férias na sua vida? Gente dai é trabalhar de dia na pesca e de noite no contrabando. Isto de férias é coisa de "gente bronque" que vai a Lisboa passar uns dias e depois volta para tomar "bençom" e sentir aquele odor de "mar-e-pêxe misturode".
    Và cantar "Reis" noutre frequesia !!!
    Braça de menine de Tchã d'Sumter

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Praia d'Bote ca ta pará nunca. Tem semp gent ta fazê qualquer cosa, ness lugar. E done d'Pd'B é igual. Na momente qu'el ta prepará trabói d'conferença, el ta fazê otes cosa. Bô tem é manha dess cenár de teatre, na Praça Strela. Ness case, pa calá bô boca, nós dôs podê encená um peça tchmóde "Djack e Valdas ta spiá céu c'um grog na mom, sentóde na sofá d'Praça Strela": I acte - Antes de pitu; II acte - Dôs fusc tombode na tchom.

      Braça strelóde,
      Djack

      Eliminar
  3. Outrora, diazà na munde, nesse lugar tive um corete. Nunca tive teatro moda na Cinema de nhô Césa mà... ôtes espéce de teatre, sem pagada bilhete. Era tragédia, comédia e drama c'sês actor na devera, gente de Praia de Bote, Craca, Monte e Rua de Côque. Era qualquer hora, quonde inspiração tchegà: "bo largà-m'... jà-m ranjà ôte, etc.
    Pior era "bô largà-l pa ca prestà, m' panhà-l pa ca perdê". Resultode soque pra cima e pra boxe, oie tapode, dente quebrode.
    Mà...
    Mesme assim, Soncente naquel tempe era sabe !!!

    ResponderEliminar