terça-feira, 1 de setembro de 2015

[1653] "FRED" Astaire não encontrou Ginger Rogers e desandou (estamos a falar de furacões...)

Fred veio ao Mindelo à procura de Ginger no Eden Park ou no Park Miramar. Mas como ambos os cinemas estão mortos, o bailarino foi em busca do seu par noutras paragens...


9 comentários:

  1. Há quem diga que o Astaire costuma aparecer, em noites enluaradas, a sapatear, em noites enluaradas, entre as ruínas do Eden Park. Mas como também consta que quem vê é gente "tmód de sis bom grogue...

    ResponderEliminar
  2. Por acaso, até vi este filme...no Eden-Park!
    Braça dançante
    Zito

    ResponderEliminar
  3. Vi esse filme e todos os outros musicais que passavam pelo Eden Park. Tinha a mania de imitar o Fred nos intervalos no liceu e a malta pedia bis... por gozo... mas não ligava. Garanto-vos que isso me deu muita satisfação depois.
    Bons tempos.

    ResponderEliminar
  4. Neste caso é mais o "Hurricane Fred" ou Fred Furacão, muito mais dançante e perigoso que o Astaire.

    Braça com ventania e chuva por todo o lado mas sem mortes (felizmente)
    Djack

    ResponderEliminar
  5. O Djack há-de desculpar a minha falta de atenção. Afinal, é o Fred, o outro, o furacão. É o que dá porem nome de gente a furacões.

    ResponderEliminar
  6. Cá para mim, embora não tenha visto nenhum filme do Astaire no Eden Park nem no Park Miramar (só os vi na televisão, mais tarde) tão furacão era ele como o que andou a rondar as ilhas cabo-verdianas, felizmente com poucos estragos.

    Braça cinéfila,
    Djack

    ResponderEliminar
  7. O Mindelense gosta de brincar, Imagina que o comentaria agora é:
    ( Este Fred passou ao largo e nem nos ligou)

    ResponderEliminar
  8. Não é bem assim, Marcos. Lembram-se do filme do Fred Astaire "O Papá das Pernas Altas?" Pois, este Fred, o Furacão, se calhar quis imitar o outro, o das pernas altas, e assim conseguiu saltar entre as ilhas, não as pisando.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teoria bastante aceitável e muito credível... Depois de Bana, o bom gigante cantor, temos Fred o bom gigante furacão. Ou seja, venham furacões destes para Cabo Verde ou um pouco mais fracos ainda, daqueles que só dão chuva e não estragam nada.

      Braça com tamareiras a vergar mas não a partir,
      Djack

      Eliminar