terça-feira, 22 de março de 2016

[2061] Comando Territorial Independente de Cabo Verde

Fomos ao baú e lá demos com o material que foi aqui objecto de conversa há dias. Para o nosso coronel, que recentemente se referiu ao assunto, segue a oferta, com o furriel alentejano batendo pala e fazendo soar os tacões das botas. Para Tomar enviaremos a imagem limpa, sem marca de água, obviamente. Pergunta: o que é que não há no Praia de Bote?


6 comentários:

  1. 6 (seis) anos depois, o BAÚ do Djack, ao que parece que só agora foi aberto. Ou então temos centenas ou milhares por aí guardados.
    Abraço Históricos

    ResponderEliminar
  2. Djack, como nunca prestei serviço em Cabo Verde, não conhecia este emblema heráldico. De resto, nem sequer sei se este emblema já existia à época em que eu ia às tardes de sábado, enquanto aluno do liceu, receber instrução pré-militar no quartel da 2ª Compahia de Caçadores, em S. Vicente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Interessante. Não tinha conhecimento do facto. Todos os alunos do liceu recebiam instrução pré-militar? Já agora, pode dizer-me em que anos?

      Eliminar
    2. Resposta no até agora post mais recente, em 8.11.2016.

      Apareça sempre,
      Djack

      Eliminar
  3. Isto recorda-me os bons tempos da tropa quando, com uma cunha, se uma arranjava uma garrafinha de bom scotch ao preço de pirinha dasilha...
    Braça sedento
    Zito

    ResponderEliminar