domingo, 10 de abril de 2016

[2122] Viva o Castilho!!!

Praia de Bote lembra-se sempre dos amigos, mesmo daqueles que não são do grande Mindelense. No entanto, o Castilho também tem pergaminhos suficientes para aqui estar... e em Tours.


3 comentários:

  1. Obrigado amigo, pela lembrança do glorioso azul cuja primeira sede foi nesse lugar num primeiro andar. Via-se a Salina e ficou célebre uma estória do DaMatinha que ali se postou um domingo depois do futebol a chamar (gesticulando) a filha Isaura.
    Conta-se que havia uma partida decisiva para o Campeonato em que o Castilho era favorito. Foi sem contar com o turbilhão vermelho. Mas os azuis já tinham a festa marcada e... foram ao cocktail seguido de baile.
    Foi quando, da Salina, DaMata pedia "chamem-me a minha filha". Recusa. Insistência. Recusa com "Ele vai dizer asneiras". Meus amigos, não foram só ditos mas... gestos.
    Era o DaMatinha que sempre tinha o indulto.

    -

    Fala-se do Castilho, entra o DaMatinha e o Mindelense. Porque não? Nessa altura aquilo era uma irmandade e a filha do mindelense podia ir ao baile castilhano. Traição mesmo foi quando o filho Tchutchim foi jogar pela Académica. Isso agora é outra grande estória...

    ResponderEliminar
  2. Falando do Castilho, dizia-se que ele só ganharia um campeonato na modalidade de futebol em São Vicente, quando o cortejo fúnebre em direcção ao cemitério (1888), deixar de passar em frente a porta da sua Sede.
    Não é que isso foi verdade, pois assim que colocarem um sentido proibido a entrada daquela rua, ganhou duma sentada dois campeonatos seguidos.
    Assim o povo disse, assim aconteceu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pura piada, prop mindelense. Obrigado Zeca, fartei-me de rir. Aqui é que é como o tal que não acredita em bruxas mas que depois diz que as há de facto...

      Braça premonitória, benzendo-me frente ao 18-2-8,
      Djack

      Eliminar