sábado, 16 de abril de 2016

[2141] Um barco amado pelos mindelenses, a "Sagres" actual (3.º do nome), antes de o ser, ainda como "Guanabara"


5 comentários:

  1. Foi interessante ver a Sagres enquanto Guanabara. Não me lembro de ter visto antes qualquer registo fílmico sobre a sua anterior identidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só no Praia de Bote, claro, onde o vento sopra sempre, desde que haja vela...

      Braça com ventania e madeira de mastro e cabos a chiar,
      Djack

      Eliminar
  2. Navio que escreveu capitulos da Histôria da nossa vida insular.
    Hà que rever a matéria para que a actual geração a possar transmitir sem deformação.
    Braça recordações

    ResponderEliminar
  3. Eu lembro-me de ver o Sagres atracado no Cais Acostável. Íamos, a rapaziada 'domitad' para o cais contemplar a beleza do barco

    ResponderEliminar
  4. Só mesmo o «PdB» com a sua extensa galeria de coisas belas da história ligada às ilhas, com realce para a de S. Vicente. Esta é uma delas. A barca Sagres. Um barco romântico e romanticamente fixado na memória dos mindelenses de algumas gerações. "Seló, Seló é Barca Sagres!/ Noiva de mar e má de marinhêro / Ninfa de Tejo de porte facêro ...e continua a linda morna de B. Léza.
    Abraços

    ResponderEliminar