sexta-feira, 12 de agosto de 2016

[2364] Igualamos com este post os 600 de 2015. O que significa que, se tudo correr bem, chegaremos bem mais longe este ano

Para comemorar a igualdade, embora ainda com quatro confortáveis meses e tal pela frente, fica no Pd'B uma carta do governador de Cabo Verde António Alfredo Barjona de Freitas (1903-04), datada de 27.11.1903 (na carta, o 3 parece um 5). Trata-se de missiva apenas escrita na primeira página, de um conjunto de quatro, em excelente papel, ligeiramente atacado pelas traças. A parte mais sugestiva (que fala de cavalos), fica para o pesquisador usar quando oportuno... Caminhemos, portanto, para os 700, 800, 900... sabe-se lá se 1000... sempre números certos, os mais divertidos.

E, a propósito do Barjona de Freitas, um dos dois motivos deste post, AQUI fica a nota biográfica para possíveis comentários. E ver AQUI outro post sobre ele no Pd'B.

6 comentários:

  1. As minhas felicitações, Djack. Para a frente é que está o caminho. Todos temos de remar no bote colectivo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A cor do papel não é exactamente esta, mas o documento não perde muito por isso.

      Braça colorido/papeleiro,
      Djack

      Eliminar
  2. E câ ten um groguinha bedje pâ comêmorá?...
    600 braça...
    Zito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entre um grog bedje e uma carta original de um governador de Cabo Verde, optei pela segunda possibilidade. Talvez menos odorífera (mesmo assim cheira que tresanda a papel centenário) mas mais histórica.

      Braça governamental,
      Djack

      Eliminar
  3. Hip ! Hip ! HURRAAAA !!!
    Felicitações ao Praia de Bote que nunca pàra de remar e de rocegar !
    600 braças

    ResponderEliminar
  4. PARABENS Djack por este marco. Vamos bater este record em 2017

    ResponderEliminar