segunda-feira, 12 de setembro de 2016

[2415] O navio-hidrográfico "Comandante Almeida Carvalho", muito conhecido no Mindelo (não confundir com outro do mesmo nome, mais recente)

"Diário de Lisboa", 13.01.1960
Ver AQUI a história do navio
in site "Navios e Armadores" (italiano)

6 comentários:

  1. Um dos barquinhos mais conhecidos que frequentavam o Porto Grande e os mares do Arquipélago.

    ResponderEliminar
  2. Este navio quase toda a minha juventude vi-o fundeado na nossa baía. A permanência era por vezes tão prolongada que os marinheiros arranjavam pequenas e "mães de fidje".

    ResponderEliminar
  3. Via-se com tanta frequência que já fazia parte da paisagem...Creio que, na altura, lhe chamavam navio hidrográfico (ou estarei a fazer confusão?)...
    Braça maritima
    Zito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente, "navio-hidrográfico", como está no título do post. Talvez nesta altura (1960) fosse navio-balizador, depois de já ter sido hidrográfico (terá entretanto voltado a ser navio-hidrográfico). Ou então foi as duas coisas ao mesmo tempo. É possível que tenha estado uma temporada destinado à colocação e retirada de balizas marítimas e bóias. A verdade é que acabou como corveta, com o nome de "Cacheu". Mas repito, no título do post está "navio-hidrográfico". E, se clicar no "Ver AQUI", saberá o resto. Há que ver tudo, nos posts: títulos, notícias e os AQUI.

      Braça completante,
      Djack

      Eliminar
    2. Peço desculpa por não ter lido o titulo do post com a devida atenção...Até me sinto de regresso à Escola Camões...
      Sem braça!
      Zito

      Eliminar
    3. Entre Arroz, Atum, Praia e Botes não se pedem desculpas. Eu também cometo a minha calinada, quando calha.

      Braça calinal,
      Djack

      Eliminar