sábado, 19 de novembro de 2016

[2717] Mergulho para a Paz, em São Vicente

Do nosso colaborador Emmanuel d'Oliveira "Monaya"

"Tenho estado aos pulos, com mergulhos e filmagens, para o documentário sobre o património subaquático e os eventos de Mindelo, centenário do 'Acary' e 'Guahyba', por isso sem muito tempo para frequentar o blogue, mas ja estou de volta... aos poucos.
Foi muito interessante o que aconteceu no Mindelo. Estamos agora a trabalhar para ver se conseguimos a nossa conferência internacional no próximo ano para assinalar o 1º centenário dos naufrágios do 'Acary' e do 'Guhayba', mas também tratar do património subaquático."

Mergulho para a Paz
(Dive for Peace Day)

Mindelo 5 e 6 de Novembro de 2016

Nos dias 5 e 6 deste mês, Mindelo mexeu-se mais do que o habitual à volta do tema  mergulho. O M_EIA (Instituto Universitário de Tecnologia, Arte e Cultura) promoveu uma série de actividades sobre a matéria.

Foi organizada uma pequena conferência para esclarecer sobre o Mergulho para a Paz (acção lançada pela UNESCO internacionalmente para assinalar o centenário da 1ª Grande Guerra); uma palestra sobre o património cultural e histórico subaquático de Cabo Verde e homenagem aos submarinistas mindelenses dos anos 50 e 60. Djibla e Djo Borja foram os digníssimos representantes “daquela malta” do clube de pesca submarina.

No domingo, dia 6, foi a vez do mergulho em si, "Dive for Peace Day", com partida do cais da ONAVE. Não compareceram só mergulhadores, mas também organizadores e simpatizantes da causa da Paz. O mergulho foi feito nos recém-descobertos destroços do "Acary". A fotografia de praxe será divulgada pelo departamento de património cultural subaquático da UNESCO.









6 comentários:

  1. Foi bom ver em destaque Nhô Fula, o pioneiro, e também o Jorginho Fonseca grande dinamizador mais tarde.
    Recordar não é so viver. Ê também lembrar aos jovens que ainda não descobriram nada que, para isso, têm de estar dinâmicos; não parar.

    ResponderEliminar
  2. Grande iniciativa para a Paz, e não podia ter tido outro palco senão a Baía do Porto Grande, que marcou a história dos dois grandes conflitos mundiais do século XX

    ResponderEliminar
  3. Boa reportagem, Djack.
    Mindelo e a sua baía formam cenário privilegiado para estes acontecimentos.

    ResponderEliminar
  4. Bela iniciativa...REcordo aqui que o Jorge Fonseca (Jorgim) chegou a ser Campeão Nacional de Caça Submarina!

    ResponderEliminar
  5. Foi bom rever amigos de longa data como Orlando Victoria, Djibla, Humbertona, José Figueira, Karantonis,José Barreto, Edgar Sousa e outros cujos nomes nao me recordo agora. Saudades daqueles tempos!

    ResponderEliminar
  6. Aprecio os eventos subaquáticos que o amigo Monaya, leva a cabo. Muito bem a história e o mergulho de braço dado. Foi boa a evocação de nomes que marcaram o mergulho em Cabo Verde.

    ResponderEliminar