quarta-feira, 21 de junho de 2017

[3014] Portugal apoia Cabo Verde relativamente à elavação da morna Património Mundial da UNESCO

6 comentários:

  1. Esperemos que não haja desvio de ùltima hora.

    ResponderEliminar
  2. Para um (iletrado) e leigo em questões Unesquianas: - Diria Património Imaterial da Humanidade
    De qualquer forma e feitio : Os meus Parabéns A Cabo Verde ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente! Tal como está e deve ter visto no poster seguinte, em imagem já bastante difundida (e, neste caso, felizmente copiada por outros). Mas a chatice é que a morna, mesmo não se podendo agarrar, pode-se ouvir (e ler, em música e em verso)... Ou seja, não é tão imaterial como isso...

      Braça imaterial,
      Djack

      Eliminar
    2. Já tinham dito o mesmo do Fado e dos Cantares Alentejanos ( só em Portugal)

      A Morna dá para agarrar e bem ... a dama com quem dançamos .

      Diazá na munde...
      A Unisqueira de Nhô João Tolentino, já tinha decretado a "Morna" e a "Colodera" como Patrimónia Universal da Sabura e Roçadura! Viva !

      Eliminar
  3. Para mim a Morna e o Fado são património comuns de Portugal e CV. Convenhamos que em situação de alguma 'incerteza' é uma atitude positiva tentar proteger a morna, caso contrário é apagada, desaparece do mapa.
    Mas vou ser desmancha prazer: sinceramente já não sei o que é que significa ser Património da Humanidade. Que a morna seja património de CV isto não tenho dúvidas, agora da Humanidade tenho e sérias dúvidas!! É uma questão para perguntar a um habitante da Papuásia!!

    ResponderEliminar