sexta-feira, 14 de julho de 2017

[3066] Ver os anteriores dois posts

Mais uma capa, mais uns erros imperdoáveis de falta de cuidado de quem a concretizou. Trata-se de "Corveta" de Djosinha e os dois posts anteriores são duas das peças deste disco. Mas a capa, ou antes a contracapa, é só desgraças: aquele "Coração Volgar", aquele "voçê" e sobretudo aquele "Jaubim" mereciam pancada, ai mereciam, mereciam. Quanto ao resto, bastam as presenças do Djosinha e do Morgadinho para a gente perdoar tamanhos dislates ortográficos... E o ex-dono do disco, o J. M. Paris será o nosso amigo Manuel Paris? (ver debaixo da palavra CORVETA, na capa e na contracapa).


2 comentários:

  1. Infelizmente essa editora foi useira e vezeira neste tipo de brincadeiras. Outras foram, em seu tempo, apanhadas pelo Gato de Mané Jom.
    Felizmente os principais protagonistas ajudam-nos engolir os pedacinhos

    ResponderEliminar