quarta-feira, 25 de novembro de 2020

[4675] O vento!... A seca!... O amor!... A saudade!...

Desconhecemos quem era o autor do postal, saudoso da sua namorada ou esposa. Mas é garantido que ainda não sabia o que o Mindelo e São Vicente (ou até outra ilha, dado que o postal, provavelmente remetido dentro de um envelope, é omisso no remetente) tinham para dar, para além do vento e da seca. O pobre, até chorou de desgosto. Resta saber se dois ou três meses depois ainda pensava da mesma maneira.


Sem comentários:

Publicar um comentário