domingo, 1 de janeiro de 2012

[0175] No início do novo ano

Foto Narciso Silva - Banda Municipal de S. Vicente (clique para ampliar)

Neste dia 1 de Janeiro de 2012, o PRAIA DE BOTE renova-se "na continuidade", com nova folha de rosto e mais espaço para as fotos que numa primeira abordagem já não precisarão de ser ampliadas (excepto se o visitante desejar ver pormenores). Era o mínimo que se podia fazer a quem em menos de um ano nos ofereceu mais de 18 000 cliques...

E, oferta por oferta, aqui vai uma foto que já divulgámos noutras circunstâncias mas que merece carinho especial, nesta data também especial, de abertura do ano. A Banda Municipal de S. Vicente a tocar no mesmo dia de 1964 (tempo de nhô Reis ta dirigile) as Boas Festas ao Patrão-mór da Capitania dos Portos, na Rua de Praia ou Avenida da República, como a artéria verdadeiramente se chama e se pode ver na placa aparafusada na parede do quintalão de Vascónia da antiga Ferro & Companhia, sob anúncio da cerveja angolana Cuca. No fim, uma nota de 20 paus recompensou a atenção da banda para com a autoridade marítima... e bem merecida a nota foi!

Abraço para todos os banhistas da PRAIA DE BOTE e continuação de bom ano.

Djack d'Captania

5 comentários:

  1. Fica bem essa efeméride que é igualmente uma homenagem ao Mestre REIS, o Homem que fez vàrios mùsicos como Jorge Cornitim, Djack Estrela, Luiz Morais, Morgadim e tantos e tantos outros.
    Se não estou em êrro, de entre os quatro citados, so o Morgadim não dirigiu a Banda Municipal.

    ResponderEliminar
  2. Djack, fez bem em fazer este lifting ao Praia de Bote. Pode ser que assim apareçam mais catraieiros e marinheiros a remar em sua direcção. Por enquanto, só eu, o Valdemar e o Zito Azevedo, marinheiros insuficientes para reanimar o lugar sob a voz de comando do patrão Djack, devolver-lhe a antiga azáfama de arrastar bote para dentro e fora do mar, sair para a pesca ou rocegar carvão no fundo da baía, ou, principalmente, ir ao encontro daquele navio que demanda o porto.
    Há pouco, disse para um amigo, que se queixou da falta de tempo, que basta uma remadinha de popa para levar o bote até à praia. Caramba, basta isso.
    A fotografia da banda municipal traz-me à lembrança o Sr. Reis, meu professor de música, o único de que me deu um castigo registado em livro de ponto. E por sinal injusto porque nada fiz, pois o professor apanhou-me num grupo de “malcriados” a fazer barulho na aula de música e aplicou igual medida a todos sem excepção. Tenho a certeza de que não o fez por eu ser duro de ouvido, ah-ah-ah.

    ResponderEliminar
  3. Novo Ano, Vida Nova, Visual Novo! Parabéns e votos de uma "Praia de Bote" animada e muito frequentada!

    ResponderEliminar
  4. Gostei da "Praia" pintada de fresco...O novo "look" é mais apelativo, mais dinâmioo graças à côr, certamente. Parabéns, Jack e que o nosso futuro confirme o nosso passado de amantes incondicionais, irreverentes, emocionais, de Mindel', nôs terra de coraçon!

    ResponderEliminar
  5. Chama-se a isto, em linguagem marcelocaetânica, uma "evolução na continuidade". Mantiveram-se as linhas básicas, aumentando o tamanho das imagens e colocando uma entrada completamente praiabotista. Até parece que se sente o odor do atlântico...

    Braça
    Djack

    ResponderEliminar