segunda-feira, 22 de abril de 2013

[0427] Festival Sete Sóis, Sete Luas

FINALÍSSIMA DO PRÉMIO REVELAÇÃO SETE SÓIS SETE LUAS

Com o apoio da Câmara Municipal de São Filipe, em ocasião da abertura da festa de São Filipe na ilha do Fogo, na sexta feira 26 de abril às 21h30, no Cinema ao ar livre, realiza-se a “finalíssima” do Prémio Revelação Sete Sóis Sete Luas 2012. O desafio é entre Nos Manera da ilha Brava, Nos Eransa de Fogo e Tarrafal base de Tarrafal (Santiago). O grupo que ganhar será inserido na programação artística da XXI edição do Festival Sete Sóis Sete Luas, tocando nos dias 2 e 4 de agosto de 2013 em Espanha e Portugal. Para a seleção do melhor grupo, irá ser criado um júri com a presença de destacadas personalidades culturais da cidade.  

Este projeto confirma a intenção do Festival Sete Sóis Sete Luas em internacionalizar artistas cabo-verdianos. Desde 1998, primeiro ano em que Cabo Verde entrou no circuito Sete Sóis Sete Luas, o Festival SSSL trabalhou com o intuito de valorizar a cultura cabo-verdiana no mundo e levou para a Europa na maioria das vezes em estreia nacional, grandes artistas como Cesária Évora (1995 Itália), Hermínia (1999 Itália), Tito Paris (2000 Espanha), Bana (2001 Itália), Ildo Lobo (2003 Espanha), Mayra Andrade (2003 Itália, 2004 Portugal), Tcheka (2004 Itália), Nancy Vieira (2008 Itália), Mariana Ramos (2008 Israel), Teté e Sara Alhinho (2009 Espanha), Mário Lúcio (2010 Croácia), Cordas do Sol (2012 Itália). Além dos grandes nomes é importante salientar todos os grupos que ganharam o Prémio Revelação nos últimos anos: Leni e Banda de Tarrafal (Santiago) vencedores do Prémio Revelação 2011, que atuaram em agosto 2012 em Ponte de Sor (Portugal) e o Repertório de amigos de Ribeira Grande de Santo Antão que venceram o Prémio Revelação 2010 e atuaram em agosto 2011 também em Ponte de Sor.

O Festival Sete Sóis Sete Luas (www.7sois.eu) – Festival de música popular e arte contemporânea, que abrange 30 cidades de 12 países espalhados pela bacia Mediterrânica e mundo lusófono (Brasil, Cabo Verde, Croácia, Espanha, França, Grécia, Israel, Itália, Marrocos, Roménia, Portugal e Tunísia) – tem uma relação especial com Cabo Verde, primeiro país extra europeu que entrou na grande Rede SSSL no ano de 1998. Também a ilha de Brava faz agora parte da Rede SSSL. A garantir esta relação especial desde o ano 2012 temos Jorge Carlos Fonseca, Presidente da República de Cabo Verde, que aceitou a herança do Prémio Nobel português José Saramago como sendo o novo Presidente Honorário do Festival.

2 comentários:

  1. Registo a minha satisfação por saber que o nome José Saramago se associa à honorabilidade deste Festival

    ResponderEliminar