quarta-feira, 15 de maio de 2013

[0456] Cabo Verde introduz novas espécies fruteiras na agricultura com ajuda da União Europeia

Frutos silvestres como a framboesa, a amora e o mirtilo serão produzidos em breve nas ilhas. Ler notícia AQUI. Link foi mal colocado de início, mas agora já está operacional.

Amora
Framboesa
Mirtilo

9 comentários:

  1. Feliz iniciativa. Não sei dos pormenores mas a noticia jà é optima e faz-me sonhar do verde que vi na ilha de Januàrio.
    Que isso seja uma realidade.
    Braça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cabo Verde avança a pouco e pouco, mas avança. Quando menos esperarmos, estará na linha da frente em várias áreas.

      Braça,
      Djack

      Eliminar
  2. Boa ideia, aplaudo. Há que fazer qualquer coisa de diferente em matéria de agricultura, em Cabo Verde. Por isso é que o investimento em barragens e diques é do mais prioritário.

    ResponderEliminar
  3. E se, em vez de "importar" frutos considerados "gourmet" se se desenvolvessem esforços para aprimorar os frutos tradicionais, como as bananas, as mangas, os maracujás...Na Ilha Brava, quando ainda era um jovem de 20 anos, comi das melhores mangas de que me recordo - as da Fajã d´Água, mais saborosas do que as do Brasil ou da Venezuela...Que foi feito, nestes ultimos 60 anos, para promover a produção e a comercialização dessas mangas extraordinárias, conhecidas por "manga-roxo"??? Alguem se lembrará de outros exemlos!
    Não tenho nada contra as amoras, as framboesas e os mirtilos, sabores exóticos e "very fancy", produtos de luxo para consumidores de luxo, a preços certamente luxuosos...Dizem que é óptimo um Don Perignon com framboesas...Posso garantir que, nem por isso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na notícia fala-se precisamente do "relançamento da banana". Há que ler tudo... Quanto às mangas de Cabo Verde que comi eram sempre mais que duras que as da Guiné e para ficarem moles tinham de ser atiradas à parede para amadurecerem. Depois chupava-se o sumo assim produzido, através de um furinho feito na pele das ditas. Mas diga-se, eram de facto saborosas.

      Braça mangal,
      Djack

      Eliminar
    2. Djack, você nunca comeu uma manga de Fajã d'Agua...Aproveito para o parafrasear, dizendo, "é precido provar de tudo"...As mangas de que fala, normalmente de cor verde, eram (ou ainda serão), as chamadas "manguinhas" de S.Antão e não havia outra forma de as consumir por serem exageradamnete fibrosas...As da Brava pertencem à variedade Tommy Atkins, de frutos volumosos, pesados e de tons arroxeados quando maduras, de comer à talhada e chorar por mais...

      Eliminar
  4. Nunca as comi, jamais, e é pena. Ficará para algum dia de grande ventura.

    Braça mangal,
    Djack

    ResponderEliminar
  5. Não deixa de ter a sua graça, esta de "dôs tuga tâ discutí manga de cabeverde!..."

    ResponderEliminar
  6. Qum bebeu água da Vascónia já nem sabe de que terra é...

    ResponderEliminar