quinta-feira, 26 de setembro de 2013

[0570] Memórias da água... Estamos no início do século XX, no Mindelo.


8 comentários:

  1. Não consigo situar este lugar mas a imagem (Madeira?), mais velha que eu, que me traz cenas tristes que assisti nos anos de penúria em que tudo faltava. Lembro-me de filhas; filas para milho, filas para açúcar, azeite, farinha, etc. As filas de que tenho ideia mais nítida são as que se fazia de manhã cedo às portas da loja do Tilei grande amigo [protegido?] do célebre administrador Mota Carmo .

    Poucos são os que se lembram destas cenas que devem ser contadas (como tudo o mais que aqui se conta) para refrescar memôrias ou para o conhecimento de muitos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não quis ser peremptôrio mas fui dizendo "Madeira" (ao querer pôr Madeiral). Ê evidente que não posso esquecer o lugar pois nasci a poucos métros, ali atràs do Tribunal; mais precisamente no "Canalim de Tribunal" que não é canalim nenhum mas uma Rua.
      Souvenir, souvenir !!!

      Eliminar
  2. Das duas uma: não sendo Vascónia, só pode ser Madeiral, em versão anterior à nossa conhecida. Mas, obviamente, posso estar enganado. Não há para aí ninguém com 120 anos, pelo menos, que dê uma certeza da coisa?

    Braça com lata de tinta (ou de azeite) à cabeça, transformada em de água,
    Djack

    ResponderEliminar
  3. Amigos isto é Madeiral com o prédio do 'Tribunal ' ao fundo. Eu morava nesta rua (a Rua da moeda é uma continuação da rua do Madeiral). Mais um pedaço de história contemporânea de Mindelo. Great

    ResponderEliminar
  4. Eu bem dizia!... Mas hei-de mostrar outra imagem mais modernizada. Aqui há tudo que "houve" no Mindelo...

    Braça aquática com latas por todo o lado,
    Djack

    ResponderEliminar
  5. Também voto no Madeiral, sítio onde mais tarde se construiria uma estação elevatória por gravidade. De resto, eu tambem morei na Rua da Moeda e este era o meu camibgo de todos os dias - quatro vezes, para ser exacto!

    ResponderEliminar
  6. Eu também confirmo que é o Madeiral. Eu passava muitos vezes naquela rua. Aquela entrada é do Madeiral. E o predio que esta a traz é do Tribunal que agora foi remodelado. Um abraço Fernando

    ResponderEliminar
  7. É o Madeiral, parece não haver dúvida. Ainda no ano passado passei por lá umas poucas de vezes. A fotografia é bastante sugestiva.

    ResponderEliminar