segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

[0676] O evitável, aconteceu. Eden Park com princípio de incêndio, devido à flagrante incúria, inércia (e inépcia) de quem de direito

Infopress

Desconhecidos atearam fogo ao antigo cinema Eden-Park

Foto José Carlos Marques

Chamas deflagraram hoje, pouco antes das 14h00, no antigo e agora abandonado cinema Eden-Park, mas pouco depois das 15h00 os bombeiros municipais já haviam extinguido o incêndio.

O comandante dos Bombeiros Municipais, Jorge Leite Rodrigues, fala de fogo posto, embora desconheça ainda a autoria do crime.

Há muito que o edifício tem estado ocupado por grupos de rapazes ditos de rua, que ali cozinham e pernoitam, além de acelerar o processo de degradação do prédio, situado no coração da cidade, junto ao principal jardim público, a Praça Nova.

As chamas tiveram origem numa cisterna, agora feito depósito de lixo, facilmente inflamável, e não passou dali graças à intervenção dos bombeiros.

No local estiveram quatro bombeiros, apoiados por uma viatura de primeira intervenção e um auto-tanque, para além de elementos da Polícia Nacional.

Foram necessárias seis toneladas de água para combater as chamas.


Expresso das Ilhas
Texto de André Amaral

Um incêndio de pequenas dimensões ocorreu hoje numa cisterna do antigo cinema Eden Park.

Segundo Jorge Leite Rodrigues, comandante dos bombeiros de São Vicente, o fogo vai demorar algum tempo até ser completamente extinto.

“É uma cisterna que pertence ao espaço do Eden Park e que está, desde há muito tempo, abandonado”, disse o comandante dos bombeiros de São Vicente à Rádio Morabeza. Segundo aquele responsável “os meninos de rua usam-no como abrigo e havia lá um bocado de lixo”. Apesar de não ser grave, Jorge Leite Rodrigues considera que o incêndio vai demorar algum tempo ate ser declarado como extinto, tudo por causa dos materiais que estavam acumulados no local.

Para o comandante dos bombeiros de São Vicente não há dúvida que o incêndio teve mão criminosa.

“É fogo posto, lá não tem nada que possa dar início ao fogo”, referiu aquele responsável à Rádio Morabeza

De acordo com Jorge Leite Rodrigues não foram registados danos materiais uma vez que dentro da cisterna havia apenas materiais como papeis, madeira, trapos entre outros.

Os bombeiros receberam o alerta do incêndio por volta das 13h30.

5 comentários:

  1. Temos de esperar tudo e o tudo pode significar acabar o Eden Park num amontoado de pedras calcinadas. Haja autoridade em S. Vicente!

    ResponderEliminar
  2. Depois de tanto tempo em abandono Eden Park vai ser uma enorme batata quente nas mãos de tanta gente
    A saga (o ou o cinema) vai continuar a se prolongar sem solução. O reclame da UPS (to this man to that man ) ilustra bem a situação de ausência de solução para este cinema assim como para a ilha à deriva sem solução. Neste aspecto Eden Park reflecte cruamente a ilha a sua inexorável decadência . O problema de São Vicente é essencialmente um grande POLITICO ( e estamos a falar de manipulação política) . Resolvendo este problema encontrar-se-á solução para os outros muitos pequenos problemas

    ResponderEliminar
  3. SERÁ QUIE SÃO MESMO "DESCONHECIDOS", OS PIRÓMANOS???

    ResponderEliminar
  4. Como a Câmara Municipal e as Autoridades Governamentais não reagem, como os técnicos que deviam passar no dia 5 de Dezembro não chegaram ainda, os pirómanos andaram a fazer uma fogueira no deserto da sala mitica. Foi só uma daquelas (fogueiras) que faziam os índios dos filmes de John Waine.
    Até quando vamos esperar ? Faço votos que não cheguemos à conclusão que encontraram com a Casa Adriana.

    ResponderEliminar
  5. Na impossibilidade de uma demolição à bruta, a estratégia do apodrecimento compensa.
    Já temos num centro urbano da cidade um pardieiro imundo, antro de drogados e de delinquentes ou seja como para a casa Adriana um perigo público.
    Portanto agora são faltam as vozes para reclamarem a demolição do Eden Park como foi para a Casa Adriana. Estamos a espera da sentença

    ResponderEliminar