domingo, 26 de janeiro de 2014

[0706] Faleceu a pianista compulsiva, a força da natureza sem substituta visível

Faleceu aos 95 anos D. Tututa, de seu nome completo Epifânia de Freitas Silva Ramos Évora, pianista salense com significativa ligação a São Vicente. Mais uma terrível morte para a cultura cabo-verdiana que tem sofrido tantas perdas de artistas de primeiro plano nos tempos mais recentes. Praia de Bote teve a honra de fornecer fotografias e um texto para o filme (divulgado no post 707 - Ver AQUI) que celebrou ainda em vida da artista uma carreira brilhante e única. 

video

video

video

1 comentário:

  1. Um dos fenómenos da música cabo-verdiana que parte mas deixa marca indelével. Tive o privilégio de ser jovem melómano numa altura de apreciar as suas actuações no que foi o Café Royal dos anos quarenta onde dava cátedra, nomeadamente quando estavam de passagem personalidades nacionais e estrangeiras. Lembro dela actuando para o então Governador de S.Paulo Adhemar de Barros e o grande jornalista Carlos Lacerda, ambém brasileiro, em trânsito em barcos da Loyd Brasileiro para a Europa.

    Mais tarde, na qualidade de membro da Delegação de Dakar que foi assistir a inauguração do Cais Acostável, tive (tivemos) a honra de um momento especial em sua casa na ilha do Sal.

    Que durma na Paz de Deus. Nunca a esqueceremos.

    ResponderEliminar