domingo, 27 de abril de 2014

[0848] Vamos à ópera!...

in "Almanach-Luso Africano" para 1895 (ed. Almedina, Coimbra, 2011), p. 204

Toque-emboque
[texto como no original]

Teatro Nacional de São Carlos, Lisboa
A um europeu - empregado publico em Cabo-Verde, que estava em Lisboa, em goso de licença, achando-se no theatro de S. Carlos, com varios amigos - lembrou-se um d'estes de lhe fazer a seguinte pergunta:

- "Então, F., em Cabo Verde ha d'isto?"

Pergunta feita no fim d'uma opera magistralmente executada. Ao que elle redarguiu promptamente:

- "Ha d'isto, ha!... O que não ha, é individuos que façam perguntas d'estas."

Eugenio Pinto

2 comentários:

  1. Bem, ele disse a verdade, havia o Eden Park, ah-ah-ah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nesta altura, ainda não existia a mítica sala de espectáculos, mas havia uma vida cultural razoavelmente activa que se pode descobrir na imprensa da época, com saraus que compreendiam teatro e cantorias. Claro que depois, com o Eden Park, essas valências puderam ser oferecidas ao público com maior fulgor. Mas enfim, os defuntos, defuntos estão...

      Braça com sentidas condolências,
      Djack

      Eliminar