terça-feira, 15 de abril de 2014

[820] Mindelo faz hoje 135 anos

Mindelo, cidade do liberal nome, aquela à qual o Praia de Bote mais rende homenagem, fazes hoje 135 anos. Data bonita, de cidade que embora ainda com passos algo tímidos parece querer sair da letargia que a tem dominado nas últimas décadas. Que assim seja e tu que nasceste nesse ano de 1879 com 27 ruas, uma praça, cinco largos, 11 travessas, dois pátios, 120 candeeiros e 3300 almas [acerca deste número, ver post seguinte] engrandece-te, luta pelo teu bem-estar e faz-te mais bela do que já és. Um grande abraço para todos os muitos amigos na ilha, ainda a tempo, porque hoje foi dia de acabar artigo para jornal e espaço para felicitações houve pouco. Mas elas aqui ficam finalmente, com a simpatia eterna do filho adoptivo.

Já agora, foi em 1879 que se fundou a General Electric, que surgiu a (belíssima) vodka Absolut (passe a publicidade que é de borla) e nasceram Albert Einstein, Emiliano Zapata e o pintor Paul Klee. Boas companhias, portanto...

CLIQUE NAS IMAGENS PARA AS VER MELHOR

Mulheres à espera da água no Madeiral, c. 1910
Avenida da República, popularmente designada por Rua de Praia.
Porto Grande e Monte Cara (antes conhecido como Monte Washington).
Praça Nova (oficialmente até à independência, Praça Serpa Pinto).
Rapazes mergulhando na baía a troco de moedas.
Rua de Lisboa
Salina, depois Praça Estrela.
Carro de bois

4 comentários:

  1. Estas fotos antigas ilustram os passos que a cidade foi dando até ser o que hoje é. O que é curioso é que as fotos apresentam um certo aspecto de ordem e asseio naqueles tempos recuados.

    ResponderEliminar
  2. Curiosidade demográfica:

    Em 1911, de acordo com as estatistas demográficas publicadas no Boletim Oficial de 1912,residiam em S. Vicente 212 indivíduos estrangeiros, dos quais 172 possuíam a nacionalidade britânica. Para se ter a ideia da importância deste número, registe-se que no mesmo ano viviam na ilha 127 portugueses (metropolitanos, açorianos e madeirenses) e no conjunto do arquipélago havia ao todo 293 estrangeiros"

    ResponderEliminar
  3. Fotos antigas mas inconfundiveis do nosso Mindelo. Se me é permitido avanço que na foto do Monte Cara vê-se um barco da British Royal Mail no centro. O barco branco deve ser o "28 de Maio".
    No postal da Praca Nova vê-se o estilo das casas britânicas da Western. Pelo menos duas ficaram ali (dentro do Quintalão) até o seu encerramento.
    Onde mostram a Salina, mais tarde a Praca Estrela, vê-se na sua quase totalidade a célebre Rua de Craca (Rua de Caca!).
    Belas recordações a preto e branco.

    ***
    O Mendes fala do nùmero de 172 britânicos em 1912. Lembro-me do meu Pai me ter dito que em 1917 havia, entre funcionàrios e familiares, 150 individuos so na Western Telegragh C° que depois passou a ser Cable & Wyreless.
    Ainda me lembro de "uma trupida de gente ta bai ta bem", todos vestidinhos de branco (os idosos) ou de short e meias altas (os mais jovens).
    As visitas eram poucas mas havia uns privilegiados. Tinham um cine-teatro, um bar, uma loja com produtos ingleses e um frigorifico com o seu motor independente. Havia ainda um salão de baile e jogos de sociedade, um court de ténis e outro de badmington.
    Ahhh!! Uma enfermaria onde trabalhava uma britânica. Conheci três e a ùltima (a mais nova) era a Mrs Allerton.
    Lembram-se dessa amiga de nôs terra?
    Foram "gente finote" que recordamos.

    ResponderEliminar
  4. História história Fortuna de Céu, Amen. S. Vicente tem muitas histórias para contar felizmente temos Praia de Bote e Arrozcatum que vem-nos revelando episódios da história desta jovem cidade, 135 anos

    ResponderEliminar