domingo, 13 de julho de 2014

[0956] Ainda o senador Augusto Vera-Cruz, grande lutador pelo progresso económico e social de Cabo Verde e de São Vicente (cont. do post 954)

Senador Augusto Vera-Cruz
ACTUALIZAÇÃO: NO FINAL, FOTOS RECENTES DA ANTIGA CASA DO SENADOR VERA CRUZ, FEITAS PELO NOSSO COLABORADOR ZECA SOARES - Ver também posts 20 AQUI, 111 AQUI, 376 AQUI e 675 AQUI

Este texto e o publicado há dias no post 954 revelam mais uma vez a alta craveira combativa e moral do senador Augusto Vera-Cruz, indiscutivelmente uma das maiores figuras da política do arquipélago da época colonial, esforçado lutador pelo bem das suas ilhas e dos seus patrícios. Para os que ainda disso duvidam do merecimento deste homem e igualmente para os distraídos, aqui ficam estes dois sinais do amor de Augusto Vera-Cruz pela terra e gentes verdianas. O Pd'B chama a atenção para a fotografia do povo de São Vicente a agradecer o interesse do seu representante em Lisboa pelos destinos da ilha, junto ao edifício que foi sede do primeiro liceu de Cabo Verde.








Antiga residência do Senador Vera Cruz, Praça Nova - Foto Zeca Soares
Antiga residência do Senador Vera Cruz, Praça Nova - Foto Zeca Soares

6 comentários:

  1. Tiro o meu chapéu este grande senhor. Aquilo que tinha para dizer já o disse no post anterior

    ResponderEliminar
  2. Eu também disse alguma coisa de substancial no post anterior sobre este Senhor.
    Este, sim, era um verdadeiro defensor dos interesses do seu povo. Um Senador a sério!
    Grande têmpera, grande coração!
    Djck, foi um regalo ler este e o outro artigo, que eu não conhecia. Nem sequer sabia que o Senador costuma escrever artigos no jornal.
    Quanto aos ingleses, está mais que visto, e é a História que o regista, que o primado dos seus interesses é a sua verdadeira bandeira. Assim o foi em todo o mundo que colonizaram. Mas só que Cabo Verde não era colónia britânica, embora agissem como se fosse.
    Ao olhar para a fotografia da residência do Senador, reparei na árvore em primeiro plano. Será que ela ainda lá está? E é a mesma acácia?

    ResponderEliminar
  3. Pois é, quando era necessário, o nosso homem escrevia e era bem contundente para com as injustiças e velhacarias, de bifes ou de gente desatenta do Terreiro do Paço ou de São Bento.

    Quanto à acácia, parece-me que não. Do lado da antiga casa do senador, a Praça Nova está careca e do lado oposto, no canto do quiosque-Correios-Hotel Porto Grande, também. A CMSV bem podia plantar ali mais umas três ou quatro árvores que não colidiam nada com as outras que no local sobrevivem.

    Braça senatorial,
    Djack

    ResponderEliminar
  4. E a contestação clara e incisiva à proibição da rocega é de homem.

    Quanto aos bifes, e para sermos justos, temos de dizer que não há dúvida de que já nos ajudaram em algumas alturas de aperto. Mas parece-me que na balança dos apoios na "hora H" esta pesa mais para o lado deles...

    Braça luso-britânica,
    Djack

    ResponderEliminar
  5. Sim, Djack, se eles S. Vicente não teria provavelmente sido povoado naquela altura. Mas as denúncias do Senador mostram que os sucessores dos primeiros bifes eram degenerados.

    ResponderEliminar
  6. Já o mesmo aconteceu com o nosso primeiro Felipe espanhol, segundo de lá. Esse, até escapava. Mas o II e o III de cá, III e IV de lá, eram bem mais sacanóides. Aquilo que vem depois, geralmente é pior. Aliás, o ditado o diz: "Adeus mundo, sempre para pior".

    Braça decepcionada com bifes e Felipes posteriores,
    Djack

    ResponderEliminar