quinta-feira, 18 de setembro de 2014

[1086] Comandante Sousa Machado, um artista com passado "cabo-verdiano"

O Praia de Bote já tinha falado em tempos do comandante Raul de Sousa Machado, acerca de obra sua: uma medalha com a efígie do general Ramalho Eanes, comemorativa de uma viagem deste a Cabo Verde, enquanto Presidente da República (ver AQUI). Nos dois posts anteriores, vimo-lo a ser entrevistado por Jorge Barbosa, em trabalho ilustrado com desenhos seus, inclusive um auto-retrato. 
Hoje, mostramos aqui um filme da homenagem que a Marinha de Guerra lhe fez em 2011 (ver AQUI), por ocasião do 40.º aniversário da "Revista da Armada" em que longamente participou com desenho, pintura, caricatura e desenho humorístico. 

Igualmente o Pd'B divulga uma valiosa fotografia repescada do blogue de Jorge Sousa Brito, ao qual agradecemos com a devida vénia. A foto encontrou o oficial da Armada num jantar em que se homenageava o deputado por Cabo Verde em Lisboa, Bento Levy. Eis a identificação das gradas figuras, também extraída do blogue de JSB: Jorge Barbosa, Guilherme Chantre ("Chantrim"), Bento Levy, Dr. José Duarte Fonseca, Dr. Santa-Rita Vieira, o comandante Sousa Machado (o jovem ao fundo, do lado direito), nhô Balta, Dr. Júlio Monteiro, Manuel Serra e nhô Roque. Ou seja, a nata da intelectualidade cabo-verdiana da época. E o capitão dos portos, o comandante Sousa Machado, entre eles, o que não admira, pela sua aura de artista "encartado", valor que utilizou com sucesso até ao final dos seus dias.



4 comentários:

  1. Tive muito prazer em rever estas ilustres figuras que conheci pessoalmente, especialmente o Dr. Bento Levy, o homem que me contratou para fazer a reportagem da visita do então P.R. Americo Thomaz para o Rádio Clube de Cabo Verde e para o Jornal O Arquipélago.
    Referir que Manuel Serra também era Dr. - em direito...

    ResponderEliminar
  2. Desses ilustres so não conheci o Comandante a quem o Praia de Bote rende uma justissima homenagem.
    Pelos dias que correm temos de - mais que nunca - trazer tais figuras para que muitos compreendam que Cabo Verde teve o privilégio de receber muita gente boa que deu o que devia e démos o que pudémos.
    Merci, merci beaucoup, bonhomme !

    ResponderEliminar
  3. Eis mais um grande post! Fica-se a conhecer a dimensão do artista que foi Sousa Machado, e eu, em particular, reconheço, pela foto, que não foi ele o meu professor "nhô cpatain", conforme admiti no post anterior.
    E fico também a conhecer o artista dos desenhos os mais variados que eu afinal já conhecia da revista da Armada. É que enquanto estive no activo não perdia a oportunidade de ler essa revista na biblioteca do meu Regimento, tal o gosto que tenho pelas coisas do mar.
    Thanks, Djack!

    ResponderEliminar