quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

[1168] Cumprindo a tradição, a Banda Municipal de São Vicente aqui está de novo...

A foto é muito conhecida, já aqui reproduzida algumas vezes. Mas sempre agradável de ver e de comentar. Retrata a BMSV a apresentar cumprimentros de Ano Novo ao Patrão-mor da Capitania dos Portos (que a fotografou) a 1 de Janeiro de 1964, há 50 anos exactos. Ali adiante, os botequins do Faustino (hoje Boca de Tubarão), o da Luz e outro, cujo nome me escapa. Na esquina da Ferro & Companhia (Vascónia), a placa de Avenida da República, tendo sobre ela um anúncio à cerveja Cuca. 

É esta pois, a foto que o Pd'B escolheu para desejar felicidades aos seus amigos, colaboradores e comentadores. E também aos leitores que só participam com os olhos e não com as teclas...


5 comentários:

  1. Na passagem de ano de 2003, estava em S. Vicente e tencionei ver a banda a tocar as boas festas, mas não consegui e ainda hoje pergunto-me como foi possível não ver a banda na rua. Levantei-me cedinho e andei de carro pelas ruas mas... nada. Não sei se voltarei a ter a mesma oportunidade. Mas que gostava, gostava...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu não aconsegui ver a tocar num domingo de 1999, porque a Cesária tinha vindo a Portugal para ser condecorada pelo Presidente da República Jorge Sampaio e com ela veio o Luís Morais - o que originou um problema laboral na BMSV que deu em greve e logicamente em silêncio... musical. Já tinha contado esta, mas ela aqui fica de novo, neste momento de solidariedade... silenciosa com o Adriano.

      Braça com clave de sol,
      Djack

      Eliminar
  2. Da Banda... não mas nunca mais esuecerei do Jorge Cornitim ,a Praca Estrela tocando para "tude gente uvi". Do Alta da Muralha ouvia-se o seu trompete irradiando.
    A situação da Salina permitia que o som espalhasse divinalmente para os arredores, fazendo que o povo se deslocasse para a serenata improvisada.
    Isso era diazà, là por volta de 1945.
    Souvenir, souvenir !!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece mentira, mas não é: durante o meu tempo de Mindelo, nunca vi a BMSV tocar no coreto da Praça Estrela. Era um coreto bonito, de cimento, sem cobertura, onde eu por vezes ia brincar com amigos da Praia de Bote e da Salina. O equipamento estava sempre abandonado, tal como o resto da Praça.

      Braça salineira,
      Djack

      Eliminar
  3. Tenho ideia de ver a banda tocar no coreto da Praça Estrela. Teria eu poucos anos e morava na rua do Matadouro. Portanto, diazá.

    ResponderEliminar