quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

[1236] O "São Vicente" que foi motivo da adivinha do post 1234

Trata-se do primeiro exemplar que mostramos proveniente do espólio fotográfico do comandante da Armada Guilherme Conceição e Silva, temporariamente na nossa posse e que estamos a digitalizar. A mesma foi-nos cedida pelo filho Filipe, hoje em São Vicente (ou já a caminho de Santo Antão), numa visita às duas ilhas começada no passado domingo e que terminará no próximo. Para comemorar o dia de São Vicente (amanhã), nada melhor que esta foto inédita do cutter "São Vicente". Repare-se na grafia do nome na proa, "S. Vecente". À direita vislumbra-se a popa do "Carvalho", com a balaustrada inconfundível na amurada.




2 comentários:

  1. Mais uma novidade. Desconhecia a existência desse veleiro
    Se a foto fosse feita hoje não se veria um dos edificios da Western no
    caminho de Cruz.
    Eram dois edificios iguais com duas moradias cada. As paredes são
    feitas para resistir aos sismos. A terra pode abanar-se mas elas ficam.

    ResponderEliminar
  2. Eu conheci muito bem este nvizim porque viajei nele de Paul para S. Vicente. Tinha 12 anos, estava de férias e faltou o Senhor das Areias, pelo que a minha avó tratou de me embarcar no S. Vecent, que tinha chegado de repente a Paul. E fui entregue ao cuidado de um marinheiro que se chamava nho Antunin Zague, de cujo nome me lembro bem. Foi a primeira e única vez que viajei em navio a vela. Foi uma belíssima viagem. O vento estava de feição, pelo que levámos pouco tempo a fazer o percurso. Ainda tenho na memória auditiva o gemido surdo das exárcias e o tremular da vela grande e da vela de estai sob o impulso do vento. No convés, ia carga de toda a espécie, abundando caixotes de banana. Inesquecível. Sempre que vou a Cabo Verde, dou comigo a recordar essa viagem, que muito gostaria de repetir. Mas longe vão esses tempos românticos.

    ResponderEliminar