quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

[1277] Notícias do Tarrafal de S. Nicolau - Município comemora Dia do Pescador

Dia do Pescador assinalado no Tarrafal

Vereador Elton Sequeira diz que é necessário celebrar “com dignidade” o Dia do Pescador. Programa elaborado pelo Pelouro contempla várias atividades 

O recém-criado Pelouro da Pesca vai comemorar o Dia do Pescador, assinalado a nível nacional no dia 5 de Fevereiro. Um conjunto de atividades estão programadas conforme adianta o vereador Elton Sequeira, que tutela a referida pasta, no executivo municipal.

Segundo adianta, haverá corrida de botes e na praia, provas de natação, futebol de 7 e outros jogos, como bisca, ‘guritapau’ e damas, tudo numa perspetiva de permitir um forte intercâmbio entre os profissionais da pesca no Município.

Assinalar o Dia do Pescador, frisa o vereador, é uma forma de “homenagear” aqueles que, muitas vezes em condições adversas, enfrentam o mar em busca da subsistência para eles e suas famílias. “A vida de pescador é muitas vezes ingrata e pouco valorizada”, reconhece o vereador que é também um amante da pesca, e que dedica parte do seu tempo ao mergulho.

Celebrar “com dignidade” este dia dedicado aos homens do mar, é o objetivo central do programa, enfatiza o vereador que reconhece a pesca como sendo uma das áreas que “impulsionam” o desenvolvimento e crescimento do Município.

No dia 5 de Fevereiro, será promovida uma visita guiada às instalações do Museu de Pesca do Tarrafal, pelas 18 horas, e na oportunidade os pescadores poderão visitar uma exposição fotográfica e de seguida será apresentado uma curta-metragem alusivo ao dia.

Nas provas desportivas, que se realizam nos dias 7 e 8 Fevereiro, fim-de-semana, a organização prevê premiar os três primeiros classificados na corrida de botes: a dupla vencedora vai encaixar o valor de 10 mil escudos e medalhas, enquanto a dupla que ficar no segundo lugar leva 6 mil escudos e medalhas, e para o terceiro lugar é reservado o valor de 4 mil e medalhas.

Na natação há medalhas para os três primeiros, mais valores pecuniários na ordem dos 8, 5 e 3 mil escudos, respetivamente, para o primeiro, segundo e terceiro classificados.

Prémios monetários e medalhas serão também entregues aos vencedores de guritapau, bisca, damas e corrida na praia, enquanto no torneio de futebol de 7, haverá taças para as duas melhores equipas.
Os prémios são suportados pela Câmara Municipal e por alguns parceiros que se associaram ao programa.

2 comentários:

  1. O pescador merece tudo. Sou um admirador dessa profissão, que é daquelas que ainda conservam o sabor do mito e da aventura. Não estou a falar da pesca industrial que suga desalmadamente os recursos marinhos, estou a falar daqueles que pescam em botes ou em traineiras simples. Sempre que há um naufrágio de pescadores, como recentemente aconteceu em Portugal, sigo o acontecimento com dor no peito e uma prece nos lábios dirigida a Neptuno, para que salve os homens do mar. Neste momento, estou a rever (estou sempre a revê-lo) o filme Moby Dick, que me encanta mais pela vida a bordo do que pelo insano ódio do capitão Ahab à coitada da baleia branca. Não sei se sabem que na igreja de New Bedford onde se realizou a missa de despedida da tripulação do navio, estão umas placas com inscrição de nomes de marinheiros mortos. Há uma que fala na morte de um capitão de baleeiro durante a caça a uma baleia ao largo de Cabo Verde, no primeiro quartel do século XIX:

    ResponderEliminar
  2. Quando ouço falar da pesca em Cabo Verde vem-me logo a imagem do pescador solitàrio, no seu butim de vela latina, que saia "pla manhã cidim dpôs d'matà injum na pelurim d'pexe".
    "Era 1/4 de litre d'grog tude streite na güela" e... ala que se faz tarde. Horas depois voltava com um grande atum e o seu dia estava ganho.
    A segunda lembrança (essa com proveito sempre que vou a SonCente) é o "atum intchode" de Tarrafal de Monte Trigo que vale um bom bacalhau, consoante se souber fazê-lo.
    Quanto volto de férias, é uma das coisas que trago para matar saudades da nossa cozinha.
    Esse sim, ê tcheu braça e tcheu mantenha.

    ResponderEliminar