quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

[1284] Ainda o 28.º concurso do Pd'B (ver post anterior)

Foto Joaquim Saial
A frase latina está de facto na campa do nosso mais que estimado Baltazar Lopes da Silva, grande literato, investigador, escritor e igualmente ilustre professor que foi (e é e será) de todos nós.

Um dos motivos que me levou ao cemitério do Mindelo em 1999 (vários foram, na realidade, e alguns até de nível artístico) foi o de fazer uma romagem de saudade à campa do saudoso intelectual. 

Já mostrei algures esta foto, mas mesmo assim é quase desconhecida. Aqui fica, pois, como memória, pos o Pd'B para isso também serve.

Gostaria de saber quantos no Mindelo (dos que lá vivem) conseguiriam acertar nesta resposta...

E parabéns à vencedora. Quem persiste, consegue. Coitada, faz-me alguma pena, agora com as rádios, jornais e televisões de Cabo Verde tudo à porta, a conceder entrevistas em catadupa, mas é o preço da fama, que se há-de fazer?

3 comentários:

  1. Os meninos de Ponta de Praia são terriveis, implacàveis.
    Quando sai o mestre ainda estava em actividade. Ingrato
    quando regressei não fui visitar a sua campa e agora nem
    uma raminha de acàcia, de berbiaca ou fédagosa.
    Vou fugir longe da vara de marmelo.
    Pxom d'oreia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, AQUELE mestre (com aquela altíssima craveira) merece sempre uma visita. Como ele houve poucos. Quanto ao Val, há sempre "un jour après ce jour"... E todos sabemos também que ele não gosta de ramos de acácia e que quando vence recebe sempre um talo de alho francês.

      Braça gaulesa,
      Djack

      Eliminar
  2. Bem. em 2012, visitei esta campa, sim senhor. Estava em romagem de saudade e depois de visitar as campas de 3 avós, fui ver as de gente ilustre que nos marcaram, como esta do Dr. Baltasar, a do Aurélio Gonçalves, da Cize e outras.

    ResponderEliminar