quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

[1409] Resíduos em Cabo Verde

2 comentários:

  1. Quando estiver aplicado o programa poderei voltar à praia (na Boavista) sem receio de apanhar outro corte provocado por "boca de garrafa".
    Não seria exagero voltar à moda da devolução dos invólucros (vidros, metais e plástico) aos vendedores.

    ResponderEliminar
  2. Concordo com o que diz o Valdemar. Quando estive em Cabo Verde em 2012, perguntei por que não havia devolução de taras e disseram-me que os custos de transporte inviabilizavam a sua prática. Mas é claro que é importante a medida aqui noticiada.

    ResponderEliminar