quinta-feira, 4 de junho de 2015

[1551] Dia 29 de Maio de 1934, grande dia de trabalho nos Correios de São Vicente

O/A sujeito/a enviava uma carta a 29 de Maio de 1934 por correio expresso (aéreo) para a Alemanha nazi (que oficialmente começara no ano anterior). O endereço era o de Herr Hans Scherwenke, em Seiffen. Por pesquisa que encetámos, percebemos que Scherwenke era um empenhado filatelista, o que pode indiciar que no envelope iam selos para troca. Quem se tramou, no meio disto tudo? O/a funcionário/a que teve de carimbar um ctchada de estampilhas...


3 comentários:

  1. As coisas que o nosso Djack descobre! O que um simples sobrescrito permite pesquisar!

    ResponderEliminar
  2. De como um simples envelope franquiado ao exagero pode contar uma história, sem dúvida, de filatelistas...Uma dúvida: será que seria legal, tal numero de selos num unico sobrescrito?
    Braça filatélico
    Zito

    ResponderEliminar
  3. Esqueci-me de dizer e penso que vocês não repararam que a cartinha seguiu para Berlim via Dakar-Paris. Só tenho pena de não saber quem foi que enviou o envelope. O grande filatelista Tiago Estrela não, por nesta altura ter apenas cerca de 10 anos... Quem terá sido? Alô, alô, céu dos cabo-verdianos filatelistas...

    Braça com uma carimbadela na testa,
    Djack

    ResponderEliminar