sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

[1794] Na inice d'ano nobo, ca tem medjor cosa q'um pirracinha na concurse d'Pd'B

Ao contrário do que aconteceu no passado, São Vicente agora tem pouca ou nenhuma água natural. Ali, vive-se sobretudo de água engarrafada e de água dessalinizada. Mas mesmo assim há fontes que a qualquer momento e nos sítios mais inusitados despejam algo que em parte substancial tem de facto água. São as chamadas "fontes ambulantes" que largam o líquido onde calha. Esta, da qual aqui vemos o jacto, estava em uso em Setembro de 2013, quando o meu amigo José Carlos Marques a fotografou em pleno verter. Repare-se nesta "beleza" de paisagem (esgoto reforçado pela "fonte ambulante"), junto a um dos mais emblemáticos monumentos da cidade, agora museu... Imaginem o que um turista civilizado pensa de tal obra...

Um braça para os amigos que participaram no falso concurso e portanto na pirraça. Amanhã, voltaremos aos barcos morazzianos.


6 comentários:

  1. Uma vergonha para a cidade! Esta é uma zona que urge ser requalificada. Repito, uma vergonha, e com todas as letras.

    ResponderEliminar
  2. Um acto de incivismo. Já nem têm o trabalho de fazer isso às escondidadas, acabou o pudor, os códigos relaxam-se numa terra onde a e o moral estão nas ruas (da amargura)

    ResponderEliminar
  3. É uma versão soft do antigo Caizim, e ainda por cima nem sequer se submete a um horário, por exemplo, a partir das 9 horas da noite, como o outro.
    Reafirmo o que disse há anos. Aquele não é um lugar condigno para a estátua de Diogo Afonso. Aquilo é um lugar de desleixo e imundície. A estátua devia estar num ponto asseado da marginal, e as alternativas não faltam. Ter a estátua naquele lugar é um desrespeito para com a História e o património.
    Aliás, não é só este lugar focado no post que é o espelho do mais absoluto e incompreensível desmazelo. Toda essa zona e ruas próximas estão em acentuada degradação e merecem ser reabilitada. Se eu fosse presidente da câmara local, requalificar toda essa zona seria uma prioridade na minha agenda, custasse o que custasse. Essa zona é neste momento uma vergonha para a cidade.
    Precisamos de edis em S. Vicente que tenham uma visão correcta da cidade, que tenham sentido de previsão, que tenham noção da estética, que saibam, enfim, governar a cidade.
    Estou indignado com o que foi aqui revelado, porque não o julgava possível. Mindelo está a caminhar para o terceiromundismo. E disto não se pode culpar o governo central.

    ResponderEliminar
  4. Aí está Adriano este post teu merece ser lido por muitos. É o que sempre pensei sobre esta matéria.
    Num país decente Praia de Bote, a Marginal em geral, já teriam sido transformados numa zona prestigiada. Sempre defendi obras de requalificação para esta área. Mas isso não depende da CMSV (embora com as suas limitações, coitada não são os meios tostões e quando vêm), o e estado já sabes em que é que está preocupado. Só nos resta a Regionlização para pegarmos nesta ilha!!

    ResponderEliminar
  5. Mas já viram a 'choqueia' toda desta área. Aí sim é culpa da CMSV

    ResponderEliminar
  6. Falta de pudor. Parece que tudo já é normal nesta terra, onde as pessoas estão ficando cegas. Quanto à estátua de Diogo Afonso espero que com o tempo a sua base não seja "comida" pelo mar.

    Matrixx

    ResponderEliminar