segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

[1890] Cientistas da Fundação Calouste Gulbenkian contestam projecto chinês para o Ilhéu de Santa Maria e invocam Charles Darwin

Ver AQUI

5 comentários:

  1. É qualquer coisa que assusta um leigo, no caso, uma leiga, "like me" A gente tem esse ilhéu todos os dias à nossa frente, quase que não lhe presta atenção, e de repente descobre que afinal possui importância e gera conflito de interesses, i.é. interesse científico versus interesse económico. Enfim, espero que o bom senso comande as altas decisões.
    Abraços

    ResponderEliminar
  2. O Chow dà show e ninguém chooo galinha tchoca !

    ResponderEliminar
  3. Por que é que esse Chow não investe em fábricas e outros empreendimentos produtivos? Junto a minha voz à do paleontólogo Rui Castanhinha.

    ResponderEliminar
  4. Este Chow está mais virado para o Show e para o jogo...O conhecimento é coisa que não dá cheta...
    Braça na roleta
    Zito

    ResponderEliminar
  5. Que o projecto parece-me megalómano isto não tenho dúvidas. Bom eu em relação aos investimentos estrangeiros, desde que sejam limpos, acho-os bem vindo para CV,uma terra carente. Também não tenho nada contra Casa de Jogos, pois CV não é um santuário. Agora não podemos descurar o ambiente social e qualquer iniciativa de Casino tem que ser em estudado e enquadrado, para evitar consequências nefastas.
    O que me estranha é que são abertos a estas coisas e fechado a outras mais inócuas e como o amigo Adriano sublinha fábricas/usinas e empreendimentos produtivos que dão trabalho ao povo.
    Não tenho muitos elementos para opinar, mas convenhamos que a ilha me parece um descampado, desolado. Mas se os opositores têm elementos válidos para se oporem ao projecto devem avançar, e não somos nós quem se lhes vai opor, uma vez andamos há uma década a braços com problemas similares em S Vicente.

    ResponderEliminar