sábado, 20 de fevereiro de 2016

[1908] Textos de Adriano Miranda Lima e José Fortes Lopes na imprensa


Ver AQUI e AQUI

4 comentários:

  1. Muito bem ventilar os escritos dos nossos dois amigos, verdadeiros arautos, ferros de lança na Diàspora em defesa da causa Cabo-Verdiana.
    Força, Gente !!!

    ResponderEliminar
  2. É sempre bom ler as reflexões de Adriano Lima.
    Contudo, se atendermos a história do nosso amado País Cabo Verde, a sua realidade concreta, o seu percurso no contesto das nações inseridos no Universo, podemos considerar com alguma modéstia uns "Privilegiados".
    Não vou aqui anunciar factos e acontecimentos porque seriam fastidiosos, e também não é isso o propósito desta minha colaboração. Agora o meu amigo há-de concordar comigo de que Cabo Verde será aquilo que cada caboverdiano for capaz de fazer por ele quer velhos e novos, residentes e na emigração o que já é muito.
    A nossa "Democracia" vai-se fazendo a moda Kaboverdina, com virtudes e defeitos, mas vai-se. O futuro dirá, e se daqui a mais 20 anos estivermos ainda por cá, havemos de relembrar a história. É bom não parar de "Indignar e Questionar"

    Um Abraço

    ResponderEliminar
  3. Concordo contigo, Zeca Soares. É por isso que o artigo pretende que a nossa gente não adormeça à sombra da bananeira. Temos de espevitar os cidadãos para que despertem um pouco mais para a cidadania activa, pois a democracia bem precisa e não dispensa o seu concurso.

    ResponderEliminar
  4. Só temos a regozijar com isso. São ambos merecedores. Bem hajam!
    Abraços
    Ondina

    ResponderEliminar