terça-feira, 1 de março de 2016

[1972] Uma boa cachupa, só em fogões Hipólito!...

Os imbatíveis fogões Hipólito estão à venda na Drogaria do Leão, do Mindelo, em todos os modelos e com grande diversidade de acessórios. Para mais informações, contactar o vendedor Exmo. Sr. Zito Azevedo, cuja amabilidade e conhecimentos sobre o assunto são proverbiais. Na Drogaria do Leão... tudo sempre à mão! E para uma boa cachupa, um fogão que não entupa! Hipólito, o fogão monólito! E também lanternas, as que iluminam cavernas!... 


6 comentários:

  1. Pelo menos em 1954 ainda tinhamos na cozinha o fogão com a tradicional chapa de ferro onde colocavam a cafeteira para focar na devida temperatura. Do mostruàrio so não me lembro do fogão a alcool.
    "Cabà carvom, parecê pitrol"

    ResponderEliminar
  2. Tenho a ideia de que lhe chamavam fogão Primus... À de estábulo, na Brava chamavam-lhes "Candía" e aos de camisa sempre lhes ouvi chamar "Petromax"...

    ResponderEliminar
  3. Na minha casa ainda coexistiram o fogão a carvão e o a petróleo. Depois o primeiro desapareceu mas não sei quando. O Djack faz-nos viajar a tempos recuados.

    ResponderEliminar
  4. Fugon prim pa cuznhá catchupa. Primus não era um fabricante inglês?

    ResponderEliminar
  5. Fugon prim pa cuznhá catchupa. Primus não era um fabricante inglês?

    ResponderEliminar
  6. No meu tempo conheci do mesmo modelo mas outra marca "Vacum" senão me engano. Não comparava com o tradicional construídos em casa em latas de "pitrol" a carvão ou na falta de carvão, os de lenha "Ajat" de serradura de madeira. O fogão "Primo" tenha um inconveniente uma vez que alem do perigo de explosão, a sua manutenção era frequente por causa dos bicos que entupia constantemente, e era lenta e não servia para cozinhar a nossa cachupa.
    Portanto, assim que apareceu o fagão a gaz foi logo substituído

    ResponderEliminar