terça-feira, 12 de julho de 2016

[2265] De onde vem o navio-escola "Sagres", quando chega ao Mindelo?

Foto Joaquim Saial
Como temos vindo a divulgar aqui, a barca "Sagres", que esteve recentemente na Praia, onde foi condecorada pelo governo cabo-verdiano (primeira condecoração feita por um governo estrangeiro ao garboso navio), vai ao Brasil levar a bandeira nacional portuguesa para os Jogos Olímpicos que ali se realizarão em breve. E das terras de Vera-Cruz rumará de novo ao arquipélago, agora a São Vicente, tal como aconteceu quando tocou pela primeira vez um porto nacional também vinda do Brasil, onde foi adquirida. Mas isso é outra história. A de hoje tem a ver com a Base Naval de Lisboa, situada no Alfeite, por acaso nos concelhos de Almada e Seixal, poiso da "Sagres" quando não está a navegar. Estas coisas da geografia militar...

Alfeite, visto do céu, em momento em que a "Sagres" estava ali atracada
Aqui fica uma pequena história do Alfeite e da sua base e uma foto feita hoje mesmo, fresquinha, da zona. Assinalado com um S, o lugar onde o navio costuma estar atracado, como se pode ver em fotos já reproduzidas no Pd'B que é... a segunda base da "Sagres"... (como sempre, clique nas imagens, para as ver melhor).

NOTA: Aquele edifício à esquerda, a doca e grande parte dos terrenos que vemos são restos da antiga Lisnave, empresa onde trabalharam centenas ou milhares de cabo-verdianos, hoje desmantelada em Almada e com grande sucesso em Setúbal. O pequeno pedaço de estrada que se vê debaixo das arvores é a Avenida MFA-Povo que vem da Cova da Piedade (direita) para Cacilhas (esquerda).

Ver AQUI a BNL

1 comentário:

  1. Bem explicado, Djack. É interessante que se conheça a guarida da Sagres, mensageira de paz, amizade, boa vontade e "mantenhas".
    Visitei a Base Naval no âmbito de dois cursos militares que frequentei. Deliciei-me imenso porque, como sabes, adoro a vida marítima.

    ResponderEliminar