segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

[2817] Soncente rural

2 comentários:

  1. Obrigado, Djack! Que belo passeio me proporcionaste. E ainda por cima com tudo verdinho à volta. Foi um regalo ver as cabrinhas a pastar em chão carregado de erva verdinha. Em Maio de 2015, fiz um passeio semelhante mas tudo estava ressequido. Mas mesmo assim valeu a pena, pois filho daquele chão não pode estranhar o seio da "mamãe-terra".

    ResponderEliminar
  2. Lembranças, lembranças !!!
    Menino passava por ali e ia ao Feijoal Preto, à direita da Selada de Beleia, onde o meu avô materno tinha uma terrinha.
    Obrigado pelo passeio ao meu passado
    Braça c'saudade

    ResponderEliminar