quinta-feira, 11 de maio de 2017

[2938] Brito-Semedo apresenta “Contos e Bosquejos” em Assomada, ilha de Santiago

Manuel Brito Semedo - Foto Joaquim Saial
É a recuperação de memórias literárias, em particular do poeta bravense Guilherme da Cunha Dantas, mas também uma viagem às vivências dos cabo-verdianos no final do Século XIX. 

O professor Manuel Brito-Semedo apresenta esta quinta-feira, 11, o livro "Contos e Bosquejos" do poeta Guilherme da Cunha Dantas. A apresentação da obra acontece às 16h00, no Centro Cultural Norberto Tavares.

"Contos e Bosquejos" é uma autêntica viagem no tempo, tendo por base as vivências dos caboverdianos nos finais do Século XIX, mas também a recuperação da obra de um grande autor, o poeta bravense Guilherme da Cunha Dantas, pela lavra do professor e investigador Manuel Brito-Semedo – um nome maior da intelectualidade caboverdiana -, e levado ao prelo pela Livraria Pedro Cardoso.

Compilado por Brito-Semedo, o livro pretende recuperar as memórias literárias de um tempo e de uma geração, para que melhor se compreenda a história deste país e se reconheça a inestimável obra de Guilherme da Cunha Dantas, falecido ainda jovem há 130 anos, com a idade de 39 anos.

Diz o apresentador de "Contos e Bosquejos": "Cunha Dantas deixou uma obra dispersa pelos jornais", tendo sido o "fundador do primeiro jornal de Cabo Verde, em 1877, filho da Brava, e eu achava que valia a pena ser conhecido". Brito-Semedo descobriu a obra, praticamente perdida, em 1996, e sublinha que "estes contos e, particularmente, esta viagem na minha terra", salientando a "qualidade da escrita" do autor bravense.

Texto: press release da Câmara Municipal de Santa Catarina, ilha de Santiago

4 comentários:

  1. Avé !!!
    Reaparece o nosso blog preferido com a excelente noticia de livro hà muito esperado.
    Que a iniciativa do nosso amigo Prof. Brito Semedo seja coroada do sucesso merecido.
    Ao Praia de Bote um "tanquiu" com um braça pertod

    ResponderEliminar
  2. Boa iniciativa teve o Brito Semedo. Só conheço o Cunha Dantas de nome, nada do que escreveu.

    ResponderEliminar
  3. Aleluia....Milagre dos Pastorinhos!
    Bom retorno.

    O "Storia ca tem done" também recomeçou ( não é publicidade)

    Já me prometeram o livro/ Nunca li nada do autor.

    Seis braças

    Amendes

    ResponderEliminar
  4. Acompanho o Artur Mendes no seu Viva ao retorno do PdB. E já agora, não deixem de ir ao seu blogue "Storia ca tem done"

    ResponderEliminar