domingo, 21 de maio de 2017

[2971] Em 1915, a fome em Cabo Verde estava aprisionada entre a sacanagem e a burocracia

2 comentários:

  1. Não imaginem o que é ver gente com fome vagueando pela cidade. Era pequeno ainda logo apôs a guerra mas sabia da carência e dos abusos de certos distribuidors.
    Em casa nunca chegamos a zero porque havia um comerciante (i) que sempre nos deu a necessària ajuda mas... era justo. Todavia o prazer era também de poder socorrer uma familia muito chegada.
    V/

    (i) Mais de uma vez tive o imenso prazer de citar o nome desse senhor que era o avô paterno da nossa muito estimada amiga Carmo: - Sr. José Santos.
    Avé !!!

    ResponderEliminar
  2. Ontem como hoje a "sacanagem e a burocracia" dão-se as mãos para atormentar o desgraçado do povo cabo-verdiano.

    ResponderEliminar