segunda-feira, 24 de julho de 2017

[3079] A chamada "lagosta Cabo Verde" do Rio Grande do Norte, Brasil, anda a ser apanhada ilegalmente

Ver AQUIAQUI e AQUI
Exemplar da "lagosta Cabo Verde"

5 comentários:

  1. E é bem saborosa a "Lagosta de Cabo Verde".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neste caso, não se trata da saborosa "lagosta 'de' Cabo Verde" mas sim da brasileira "lagosta Cabo Verde" (sem de).

      Braça lagostal,
      Djack

      Eliminar
  2. Saborasa, sem dùvida mas um bom peixinho também vale
    Mmmmm !!!

    ResponderEliminar
  3. Não percebi bem a questão. Está a ser apanhada ilegalmente onde? Em Cabo Verde? Já percebeste, caro Jack, porque não comemos chocos por cá, havendo-os em quantidade? E os camarões de profundidade que constatamos no estômago dos atuns? Simplesmente porque não conhecemos a técnica da sua captura e sãos os espanhois que os apanham em grande quantidade. Porque não ensinar os nossos pescadores a capturá-los?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Arsénio, carregaste no primeiro AQUI? A notícia inicia-se assim: "Durante fiscalização de rotina, Policiais Rodoviários Federais do Rio Grande do Norte apreenderam, no final da noite deste sábado (22), na BR 101, saída da Praia de Muriu, no Litoral Norte potiguar, 52 quilos de lagosta."

      É que, como eu disse em resposta ao comentário do Adriano, não se trata de "lagosta de Cabo Verde" mas sim de "lagosta Cabo Verde", sem "de", a espécie apanhada ilegalmente nesta zona do Brasil. Antes de ter lido a notícia eu nem sabia que há uma espécie de lagosta com esta designação.

      Portanto, esta notícia não tem nada a ver com o nosso Cabo Verde (também há um Cabo Verde no Brasil) mas sim com uma espécie de lagosta a que se dá o nome de "lagosta Cabo Verde".

      Braça lagostal,
      Djack

      Eliminar