domingo, 17 de setembro de 2017

[3171] Era na Junhe d'1918. Bem fête!...


4 comentários:

  1. Seria para vigiar melhor a fim de evitar a infiltração de submarinos? A guerra só terminaria em Setembro desse ano de 1918.

    ResponderEliminar
  2. O que verdadeiramente interessa nesta notícia é a verificação da importância do Ilhéu dos Pássaros nas comunicações com São Vicente (e talvez também com Santo Antão, embora aí com maiores dificuldades, devido à distância superior). Repare-se no fraseado: "Aqueles que durante o dia pretendam entrar nesse porto devem esperar ordens na ilha (sic) dos Pássaros (...)".

    Ainda nos anos 60 do século XX essa importância existia, pois só se subia o balão negro na torre da Capitania (que tinha a ver com a ida do gasolina com o piloto a bordo dos navios que chegavam ao porto) quando se via a comunicação de aproximação de navios era dada a partir do ilhéu.

    Braça à djéu,
    Djack

    ResponderEliminar
  3. Ilhéu dos Pássaros é a sentinela da Baia do Porto Grande!!

    ResponderEliminar
  4. As minhas desculpas por não ter aparecido.

    Quando se fala (aqui) de submarinos alemães penso também no que fez muitos estragos (mesmo) nos mares de Cabo Verde na Segunda Guerra.
    Vàrios barcos que fizeram escala no Porto Grande foram afundados antes de sairem das àguas territoriais, o que é considerado delealdade e crime.

    ResponderEliminar