sábado, 3 de março de 2018

[3586] Faleceu D. Ivone Ramos (ou Ivone Aida), nascida em Santa Catarina, Santiago (1926-2018)

Adicionar legenda
Soubemos hoje, através do amigo Valdemar, que faleceu a escritora Ivone Ramos / Ivone Aida, esposa do também já desaparecido Sr. Manuel Nascimento Ramos (Nena da Farmácia), autor do saborosíssimo livro "Mindelo d'Outrora", de que temos dois exemplares, um oferecido pelo nosso amigo e condiscípulo gileanista Alexandre Lima Oliveira e outro pelo Dr. Aníbal Lopes da Silva, ambos autografados pelos ofertantes. Do Alexandre "Bintim" vieram-nos também por oferta três obras da D. Ivone: "Futcera ta cendê na Rotcha", contos, edições Calabedotche, Mindelo, 2000, "A Exilada", contos, edição da autora, Mindelo, 2005, e "Mam Bia tita contá estória na criol", histórias tradicionais de Cabo Verde (que assina como Ivone Aida, seus nome e sobrenome, ao invés do habitual Ivone Ramos, do apelido aquirido por casamento), edição da autora, de 2009. Mais uma notável figura do Mindelo - embora de outra ilha mas na cidade a viver há muitas décadas - que nos deixa. Eis a pequena homenagem que o Pd'B lhe presta.




6 comentários:

  1. Que a terra lhe seja leve e que repouse na Paz do Senhor.
    Ao Kalu Gonçalves, à Fàtima Ramos, ao José Fortes Lopes, seu esposo e nosso companheiro, aos demais Familiares as minhas mais sentidas condolências.
    Cabo Verde e a Literatura perdem uma grande figura.

    ResponderEliminar
  2. Tenho de confessar que ignorava completamente o trajecto literário da D. Ivone e os livros que ela publicou. No meu caso, justifica-se por ter saído de Cabo Verde muito novo e numa altura em que não se dava a devida projecção à produção literária dos nossos conterrâneos. Ou pelo menos julgo que se justifica.

    Deixo agora públicas as condolências que enviei aos Amigos Fátima, filha da falecida, e seu marido José. Ela estará sempre entre nós enquanto lermos os seus livros.

    Qua a D. Ivone descanse em paz

    ResponderEliminar
  3. Obrigado a todos pelas palavras de reconforto.
    Dª Ivone era uma mulher completa, para além da sua queda para a escrita de contos, que descrevem a realidade de Cabo Verde nos tempos de carestia, era uma excelente e reputada modelista de corte e costura, actividade que praticou a tempo inteiro e que começou a declinar em SV a partir dos anos 70.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um braça de sentimentos para ti e para todos os teus.

      Djack

      Eliminar
  4. Agradeço o gesto simpático de ter proporcionado um lugar de destaque no Praia de Bote à notícia da partida da minha saudosa mãe . Agradeço também as palavras de reconforto e o carinho expressos todos os amigos e companheiros.
    Fátima Ramos Lopes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi apenas uma pequena mas muito merecida homenagem, das que o Pd'B faz àqueles e àquelas que nos deixam mas em vida honraram o Mindelo, São Vicente e Cabo Verde.

      Djack

      Eliminar