quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

[0159] Continuando com naufrágios... (ver post anterior, de Zito Azevedo)


Aqui está uma pérola da minha investigação (notícia de Julho.1967) que ofereço como primeira prenda de Natal a todos os interessados nas coisas de Cabo Verde e visitantes do PRAIA DE BOTE, mudos ou colaboradores... A notícia é oriunda da Praia mas obviamente refere-se a coisas de Barlavento - ou do Norte, como agora se diz. E com uma personagem de valor marcante que todos conhecemos mas que já abandonou este mundo. Mais não digo, porque o que se lê, chega...

(clique na imagem)

1 comentário:

  1. Embora tardiamente, por não o termos visto antes, aqui vai o comentário do nosso colaborador Valdemar Pereira que não o conseguiu inserir na altura certa.

    ....................

    Devo ser um dos raríssimos ilhéus que não sabe nadar. Não sou como um prego mas não me aventuro para além da praia. E isso faz-me lembrar o célebre compositor Frank Cavaquim que respondeu a um pergunta com "mar ê pa pêche".

    Mas não nego que, se essa sociedade fosse avante, ricos tesouros haviam de encontrar nos mares do arquipélago. Cada descoberta seria também um capítulo para enriquecer a nossa História Marítima.

    A propósito, poucos sabem da estória do navio "Fátima" que saiu de Penedo de Janela numa tardinha e esperavam-no no Porto Grande de manhã cedo mas nunca chegou. Quando começaram as sondagens para a construção do cais acostável encontraram-no ali pertinho.

    ResponderEliminar