quarta-feira, 11 de julho de 2012

[0207] CONCURSO 1

Neste espaço concursal que PRAIA DE BOTE hoje abre e espera vir a ter grande sucesso (oxalá não nos enganemos), começamos por divulgar a fotografia de uma figura famosa, mais que ligada a Cabo Verde.
Pergunta-se: quem é o retratado?
O prémio para o vencedor (primeiro participante que colocar a resposta nos comentários) será um ramo de acácia, a árvore mais popular do arquipélago.

Mais uma participação do nosso colaborador Valdemar Pereira. E avisamos que a oferta do ramo de acácia não tem nada a ver com maçonaria, da qual é um dos símbolos máximos.

Caro amigo,

Não conte comigo para eu ser o primeiro a comentar porque conheço a acácia como sendo "espinhêra" e sei dos seus picos. Só quero felicitar o Praia de Bote pela iniciativa de aqui trazer figuras que se notabilizaram nas Dez Ilhas (des)afortunadas e que podem ser esquecidas com a vinda de novos heróis. 
Gostaria que aqui viesse (entre outros, claro) o João Nobre de Oliveira para "btá conbersa".

Já agora conto coisa relativa à acácia onde entra um vizinho da Chã de Cemitério e um dos seus dois filhos:
num domingo de manhã, a Académica e o Mindelense disputavam um jogo tira-teimas para o Campeonato de Segunda Categoria. O filho Humberto era um dos melhores elementos dessa equipa que batia a equipa da primeira e ele não podia faltar ao jogo. Sucede que, por ter de ir na segunda de manhã ao Hospital para uns exames de rotina, estava proibido de sair. Mas ele conseguiu fugir para ir à bola. Só soubemos disso tudo porque vimos, antes de o jogo acabar, o filho atravessando o largo levando estoicamente varadas de acácia que lhe ministrava o pai. Escusado será dizer que esse menino dos seus 12 anos ficou horripilado.

Desculpa lá, Praia de Bote, de ter saído do contexto mas, mnine de Soncente é buzode.

Braça
Valdemar

Ó MNIS, BSOT CA TA CONCHÊL?

 PRAIA DE BOTE APENAS COMENTA POSTS DE BLOGUES QUE COMENTAREM OS SEUS

1 comentário:

  1. Não preparei nisso (o concurso) mas falta dizer que Sena Barcelos foi um antecessor do papá do Djack

    [..] foi nomeado em 28 de Fevereiro de 1895 capitão dos portos da província de Cabo Verde, cargo que exerceu de 19 de Março de 1895 a 11 de Outubro de 1898, passando assim a residir na cidade do Mindelo e foi nesta altura presidente da câmara municipal do concelho da ilha de S. Vicente (1896 a 08/Out/1898) [...]

    João Nobre de Oliveira

    ResponderEliminar